Novo acordo comercial EUA e Japão

Novo acordo comercial EUA e Japão

O Japão conseguiu convencer o Estados Unidos a não colocar tarifas adicionais sobre automóveis e peças automotivas.

Na tarde do dia 25 de Setembro em Nova York, Japão e Estados Unidos assinaram um novo acordo comercial envolvendo tarifas sobre mercadorias equivalente a USD 7 bilhões como anunciado pelo presidente Donald Trump durante o G7 em Agosto.

O acordo é “uma grande vitória ao produtor agro-pecuário americano” afirmou o presidente americano ao mesmo tempo que o primeiro ministro japonês Shinzo Abe, disse que este acordo irá trazer benefícios para os 2 lados.

O Japão concordou em reduzir tarifas sobre produtos agrícolas americanos como carne bovina e suína a níveis semelhantes ao acordo TPP(Trans-Pacific Partnership Agreement) antes do Estados Unidos ter deixado o tal. A tarifa sobre a carne bovina será reduzida gradualmente de 38.5% a 9%.

Ao mesmo tempo que as restrições de emergência à importação (salvaguarda) sobre a carne bovina será aumentada para 242.000 toneladas em 2020 e 293.000 toneladas em 2033. Também, tarifas cobradas sobre o preço da carne suína serão eliminadas e a tarifa posta sobre o peso será diminuída à 50 ienes/Kg.

A restrição de emergência sobre a importação assim como a carne bovina, será aumentada para 90,000 toneladas em 2020, e 150,000 toneladas em 2027. Outros produtos agrícolas como trigo e vinho, também farão parte deste acordo e terão suas tarifas de importação canceladas ou reduzidas ao mesmo nível do acordo TPP. Todavia, o governo japonês recusou qualquer eliminação ou redução de tarifas emposto sobre o arroz por enquanto.

O Japão por outro lado, conseguiu convencer o Estados Unidos a não colocar tarifas adicionais sobre automóveis e peças automotivas. Embora tenha deixado claras intenções de continuar com a negociação para eliminar completamente as tarifas sobre automóveis como no tratado TTP.

No momento, o Estados Unidos cobra 2.5% sobre carros, 25% sobre caminhões, e 2.5% sobre peças relacionadas a tais. No tratado TTP, o Estados Unidos eliminaria as tarifas postas sobre mais de 80% das peças automotivas, e aliviaria gradualmente os carros das tarifas até eliminar completamente em 2025.

Outra conquista Japonesa foi o cancelamento de tarifas sobre produtos industriais e outros. O Estados Unidos concordou em retirar tarifas (exceto o setor automobilístico) sobre produtos industrializados como maquinas e produtos siderúrgicos, como também produtos agrícolas Japoneses como o cha verde somando mais de 42 linhas tarifárias.

O mercado financeiro viu este acordo como algo positivo que aliviou a tenção no mercado que temia outro obstaculo para o setor industrial japonês. O acordo comercial entre Japão e Estados Unidos promete trazer benefícios à ambos dos países.

Para os brasileiros que moram no Japão este acordo pode resultar em um churrasquinho no fim de semana devido a redução significativa de preço das carnes embora o imposto sobre consumo tenha subido.