Fatos interessantes sobre o Sushi

Fatos interessantes sobre o Sushi

Apesar de sua importância cultural e até mesmo artística, muita coisa sobre o sushi ainda é completamente desconhecida, especialmente no ocidente.

Aqui no Japão o sushi está em todo lugar: esteirinhas, konbini, praças de alimentação e até estações de metrô. Não importa onde você esteja, sempre vai ter sushi por perto. Não é à toa que o sushi é praticamente um sinônimo do Japão.

Mas apesar de sua importância cultural e até mesmo artística, muita coisa sobre o sushi ainda é completamente desconhecida, especialmente no ocidente. Afinal de contas, peixe cru é só peixe cru, não é?

Não mesmo!

Os mestres de sushi sabem fazer com que cada mordida seja um passeio de cor, textura, sabor e apresentação estética. A experiência se torna algo inesquecível e muito diferente de mastigar peixe cru com molho de soja.

Neste post, reunimos alguns fatos interessantes sobre o sushi, para ajudar o leitor a compreender melhor essa arte e aproveitar ainda mais essa deliciosa iguaria oriental.

O sushi não veio do Japão

Sushi
Barcos de pesca ao entardecer (1900-1920) de Ohara Koson (1877-1945).

Embora os japoneses recebam o crédito pelo que hoje chamamos de sushi, acredita-se que a sua inspiração tenha vindo do sudeste da Ásia. Em algum lugar perto do rio Mekong, que cruza a Tailândia e o Vietnã, peixe fermentado envolto em arroz azedo passou a fazer parte do cardápio. Chamado de Narezushi, o prato se espalhou pela China e depois foi para o Japão.

O que foi criado no Japão foi o conceito moderno de sushi. Hanaya Yohei, cozinheiro japonês, em algum momento do final do período Edo, em meados do século XIX, desenvolveu a ideia de marinar o pescado em molho de soja para evitar sua rápida decomposição, e logo servir com arroz.

O sushi começou como um Fast Food barato

SUshi
Comida rápida e barata – image-from-rawpixel-id-11336-jpeg

Houve uma época em que não era preciso entrar no cheque especial para comer sushi. No início, o sushi se popularizou como um lanche rápido e barato para as pessoas comerem com as mãos enquanto caminhavam pelas ruas ou assistiam a uma apresentação no teatro. O que faz do sushi a pipoca daqueles tempos, mas com certeza não era tão caro.

O wasabi que você come provavelmente não é wasabi de verdade

Sushi
Wasabi – image-from-rawpixel-id-406042-jpeg

O wasabi verdadeiro vem da raiz da planta wasabia japonica no Japão, e não da raiz-forte, que frequentemente é usada como substituto. Às vezes a raiz-forte é misturada com mostarda em pó, e o composto é colorido de verde para ficar mais parecido.

Alguns restaurantes cobram pelo wasabi autêntico, pois ele costuma arder o bolso. Aliás, falando em ardência, a sensação de queimação provocada pelo wasabi vem das propriedades naturais da planta que matam potenciais micróbios e parasitas que podem ser encontrados em frutos do mar crus.

Originalmente, o arroz do sushi não era comido

Fatos interessantes sobre o Sushi 1
Sashimi de Salmão – image-from-rawpixel-id-11499-jpeg

Muito antes de se tornar o companheiro ideal do atum, do salmão e de outros frutos do mar, o arroz fermentado era enrolado em torno dos peixes envelhecidos apenas pra dar um sabor amargo, para preservar o peixe e protegê-lo das moscas.

Na hora de comer, o arroz era jogado fora e ficava apenas o peixe. Hoje, a preparação do arroz usado para o sushi é considerada tão importante quanto a preparação do próprio peixe.

Nori tem algumas origens estranhas

Sushi
Folhas de Nori – image-from-rawpixel-id-406012-jpeg

Não se assuste, mas houve uma época em que a alga marinha usada para embrulhar sushi – chamada Nori – já foi tirada dos pilares dos cais de madeira e até do casco das embarcações. Aos poucos, o seu aspecto nojento ia desaparecendo enquanto era prensada em tecido e deixada para secar ao sol.

Hoje, o nori é cultivado em fazendas aquáticas e cresce em redes suspensas sobre a água. Muitas marcas ocidentais chegam a tostar o nori por razões de segurança, enquanto muitas marcas japonesas optam por proteger o sabor do peixe.

Comer sashimi pode ser letal

Sushi
Baiacu – image-from-rawpixel-id-431219-jpeg

Sim, você pode morrer comendo sashimi. E eu não estou falando de morrer de tanto comer. Na verdade basta só um pouquinho de baiacu mal preparado, e adeus. É que o baiacu, chamado de fugu, possui em suas glândulas e órgãos quantidades letais de veneno.

Se um cozinheiro acidentalmente raspar essas áreas com uma faca enquanto prepara sashimi, ele pode até matar seu próprio cliente. Para trabalhar com este tipo de peixe é preciso uma certificação especial, que só é recebida depois de passar por um rigoroso processo de treinamento, cuja última etapa é: comer o seu próprio sashimi.

Sushi nem sempre é enrolado em alga

Fatos interessantes sobre o Sushi 2
Sushi não é apenas enrolado em alga – image-from-rawpixel-id-447905-jpeg

Estamos muito acostumados com o sushi envolto em nori preto. Contudo, muitas vezes o sushi é enrolado em papel de arroz, pepino, omelete ou shissô, o manjericão japonês.

O sushi deve ser comido com as mãos

Fatos interessantes sobre o Sushi 3
Coma com as mãos! Foto by Kyle Head on Unsplash

Se formos seguir à risca as origens tradicionais do sushi, que surgiu como um tipo de fast food, devemos comer usando as mãos. Mas a verdade é que hoje em dia tanto faz comer com a mão ou com os pauzinhos.

Se você optar por comer com as mãos, deixe os pauzinhos para comer sashimi. Em termos de etiqueta, o melhor é não se esquecer de comer sushi numa só mordida. Mas até isso já não é mais levado tão a risca.

Jaqueline Kuriu é praticante de Kyudo, a arqueria tradicional japonesa, e estudante de japonês. Atualmente mora em Tóquio, mas nasceu em Curitiba, onde se formou em Educação Física pela UFPR. Trabalhou com dança e atividades culturais, e realizou palestras sobre arte, música, cultura e viagens.

Veja o perfil completo de Jaqueline Kuriu