Exercícios de intensidade: eficiência para quem não tem tempo

Exercícios de intensidade: eficiência para quem não tem tempo

A falta de tempo não pode ser um empecilho para a falta de uma rotina de exercícios. Eles só precisam ser adaptados aos horários de cada pessoa

Nas últimas décadas, cada vez mais a população vem apresentando altos índices do nível de gordura corporal, situação que pode ser motivo de diversas doenças. Ao mesmo tempo, tem aumentado também a difusão de informações sobre a importância de hábitos saudáveis, principalmente as atividades físicas, como forma de cuidar e melhorar a composição corporal.

Esse contexto de altos índices de gordura corporal está diretamente ligado à vida moderna, na qual se passa muitas horas sentadas, seja trabalhando, dirigindo ou na condução, assim como a falta de tempo, que tem sido o motivo central para grande parte das pessoas não praticarem exercícios físicos.

Então, programas de treinamento físico que não consumam muito tempo e que proporcionem resultados é uma necessidade para a população. Diante disso um estudo de 2002 intitulado TREINAMENTO COM PESOS: EFEITOS NA COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES JOVENS (Adauto João Pulcinelli e Paulo Gentil) verificou essa possibilidade e encontrou resultados positivos.

Nessa pesquisa, um grupo de mulheres jovens foi submetido ao treinamento com pesos por três meses e meio, duas vezes por semana com duração de cinquenta minutos cada sessão. A prática foi dividida em duas fases e os exercícios foram adequadamente ajustados e organizados em forma de circuito.

No final do trabalho, foi atestado a diminuição da gordura corporal e o aumento da massa magra das participantes, mesmo que com baixa frequência semanal – dois dias de exercícios. Tendo em vista que o fator tempo é determinante para a ausência da prática de atividades físicas regulares na vida da maioria das pessoas, essa forma de treinamento pode ser uma boa opção.

Ao contrário do senso comum, que diz que para reduzir gordura corporal, ou seja, emagrecer, dá-se predominantemente por exercícios aeróbicos contínuos de intensidade baixa, como caminhadas e corridas, o treinamento com pesos se mostra bastante eficiente quando o objetivo é perder gordura.

Ambos os tipos de treinamento são benéficos à saúde e isso é inegável, porém, uma explicação bem simples é que as caminhadas e corridas leves, por exemplo, demandam mais minutos de atividade para que gerem adaptações favoráveis, já exercícios como os de musculação, por serem mais intensos, precisam de menos tempo por dia dedicado a prática para ter benefícios.

A mensagem que fica é que a falta de tempo não pode ser um empecilho para a falta de uma rotina de exercícios. Eles só precisam ser adaptados aos horários de cada pessoa.

Referência:

 PULCINELLI, Adauto João; GENTIL, Paulo. Treinamento com Pesos: Efeitos na composição corporal de mulheres jovens. Journal of Physical Education, v. 13, n. 2, p. 41-45, 2002.

Fundadora de YUMI SAITO SPORTS LIFE & CONSULTORIA, é professora de Educação física, especializada em educação especial. Tem 11 anos de experiência em treinamento de grupos especiais e educação física escolar.

Veja o perfil completo de Yumi Saito