Uncategorized > Colesterol alto? Cuidado com a arteriosclerose.

Colesterol alto? Cuidado com a arteriosclerose.

A arteriosclerose é considerada uma doença silenciosa. Porém o melhor remédio é a prevenção.

Colesterol alto? Cuidado com a arteriosclerose.

A arteriosclerose é causada pela obstrução dos vasos e artérias do coração, cérebro, rins e outros órgãos vitais. É uma doença cardiovascular crônica que se desenvolve  por meio de um processo inflamatório devido ao acúmulo de placas de gordura nas paredes das artérias e vasos, o que dificulta a passagem do sangue e favorece  complicações como ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC).

O acúmulo de gordura nas paredes de vasos e artérias podem começar na INFÂNCIA, no entanto as consequências se manifestam mais tarde, podendo levar a complicações graves na saúde do indivíduo. Geralmente, essas placas que obstruem a passagem de sangue e oxigênio se desenvolvem devido ao alto nível de LDL – o colesterol ruim. Outros fatores são o cigarro e a diabetes.

Colesterol

Os níveis de colesterol são um indicador importante da condição atual de saúde. Por isso é necessário fazer exames para o melhor controle da saúde. Afinal existem doenças, como no caso da arteriosclerose, que são silenciosas.

 O colesterol por si só não é nocivo à saúde. Ele é um lipídio essencial para a produção de membranas celulares e hormônios, como os hormônios sexuais.  

O LDL – o colesterol ruim – aumenta quando a ingestão  de alimentos gordurosos, industrializados e de álcool estão em excesso.  Além da alimentação, o sedentarismo influencia nos altos níveis de colesterol.

Quais são os riscos de níveis elevados de colesterol?

1-      Os vasos sanguíneos tornam-se espessos e duros. À medida que o colesterol ruim (colesterol LDL) aumenta, ele se acumula gradualmente nos vasos sanguíneos, então os vasos sanguíneos se tornam rígidos e inelásticos e o fluxo sanguíneo fica prejudicado.

2-      Torna-se fácil formar um coágulo sanguíneo. Quando o fluxo sanguíneo é ruim, coágulos sanguíneos são mais propensos a se formar. Estes coágulos podem obstruir os vasos sanguíneos do cérebro e do coração, tornando-o incapaz de suportar a pressão da corrente sanguínea e aumentando o risco de ruptura.

Quando a arteriosclerose progride e piora, aumenta o risco de morte.

Quais são os sintomas da arteriosclerose?

Nem sempre os sintomas aparecem, por isso é considerada uma doença silenciosa, porém há casos em que os sinais são evidentes. Um dos sintomas mais frequentes é a dor no peito, também chamada de angina. Isso acontece quando o coração está recebendo pouco sangue.

As dores variam conforme o local onde ocorre o estreitamento das artérias. Nas pernas, por exemplo, pode acontecer dores ao caminhar, queda de pelos, esfriamento da pele e palidez nos dedos.

Principais sintomas da arteriosclerose:

Dor no peito (angina);

Arritmia cardíaca;

Palpitação;

Fadiga e cansaço excessivo  ao realizar qualquer tipo de esforço físico.

Fraqueza nos braços e nas pernas;

Cãibras;

Aumento de pressão arterial;

Sensação de pressão no peito;

Dificuldade de respirar;

Confusão mental;

Tonturas;

Perda temporária de visão de um dos olhos;

Dor de cabeça intensa;

Sintomas de falência renal, como tremores e urina espumosa e com cheiro forte.

É válido ressaltar que esses sintomas aparecem quando a artéria já está completamente ou parcialmente comprometida. Por isso, é fundamental  fazer exames médicos de rotina , se atentar a qualquer um desses sinais e buscar um médico para que seja feito o diagnóstico e iniciar algum tratamento.

Como prevenir

É importante prevenir a arteriosclerose verificando cuidadosamente o nível de colesterol através de exames médicos  e melhorando os hábitos de vida diários.

Primeiramente, o colesterol aumenta devido aos seguintes hábitos:

Hábitos alimentares desordenados

Fumar

Beber

Estresse

Falta de sono

Falta de exercício

Portanto, o ideal seria eliminar esses “problemas” para levar uma vida saudável , com o nível de colesterol normal, o que  naturalmente previne a arteriosclerose.

Então para melhorar esses hábitos de vida:

1-      A alimentação saudável e equilibrada ,evitando o excesso de sal, açúcares e gorduras.

2-      Parar de fumar

3-      Não beber excessivamente

4-      Evitar o estresse

5-      Qualidade de sono – de 7h a 8h; ambiente escuro e silencioso; sem acordar no meio do sono.

6-      Praticar exercícios físicos  regularmente.

A arteriosclerose pode ser assintomática ou apresentar algum sinal quando a situação já está grave, por isso ter hábitos saudáveis e realizar exames preventivos são o melhor remédio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *