Alimentar-se de forma saudável sai caro?

Você acha que sai caro comer de forma mais saudável? Veja como economizar e comer bem no Japão

Alimentar-se de forma saudável sai caro?

Os gastos com a alimentação costumam ser bastante significativos dentro do orçamento familiar, o que às vezes, quando o assunto é dieta saudável, pode soar “pesado”. No Japão, por exemplo, produtos industrializados no geral têm o preço bastante acessível ao contrário de frutas, que costumam ser caras. Isso interfere na escolha dos produtos consumidos e consequentemente, na saúde.

É fato que o supermercado compreende uma parcela importante da renda e muitas pessoas podem estar gastando mais do que o necessário, colocando em jogo a saúde. Mas é possível se alimentar bem com custos mais baixos do que se imagina.

Você quer fazer uma dieta saudável sem gastar muito?  

Comece com uma lista. Não entre em um supermercado sem uma lista. Isso é como uma proteção contra as muitas tentações de propagandas atraentes e ofertas de itens que você não precisa.

Então, antes de ir às compras, reserve um tempo para planejar as refeições da semana. Ter em mente, e no papel, um cardápio permite saber os alimentos que tem que trazer e avaliar o quanto gastará nas compras.

write, coolie, outdoor

Depois fazer a lista, verificar a despensa antes de ir ao supermercado. É fácil esquecer o que está guardado e desperdiçar dinheiro com produtos que já possui. Quem nunca comprou uma lata de molho de tomate e quando percebe já têm várias em casa?

Não olhe apenas para o preço

O preço mais baixo nem sempre significa que é o melhor negócio. Preste atenção ao preço por unidade ou peso, isso mostrará qual item faz render mais o dinheiro.

Coloque “a mão na massa”

Devido às muitas opções de comidas prontas, congeladas, para aquecer no micro-ondas, para colocar água quente, dentre outras maneiras práticas e rápidas de preparar uma refeição, é fácil não querer cozinhar. Mas essa conveniência tem um preço, ou melhor, dois: dinheiro e saúde.

Por exemplo, fruta descascada e fatiada é muito prática, porém se gasta menos ao comprar a fruta e fizer o trabalho. Além disso, garante todos os nutrientes que a fruta contém.

apples, knife, fruit

Refeições prontas são muito convenientes naqueles dias atarefados, logo são mais caras. Ademais, não se sabe a procedência e como os alimentos foram preparados. Geralmente, eles possuem muito mais gordura, mais sal, mais açúcar do que se pensa.

Para essas situações, prepare algumas porções com antecedência e deixe congelado ou na geladeira. Dessa forma, você pode controlar o que realmente está comendo, o que é importante quando se refere à saúde.

Sugestão: Café da manhã: a refeição mais importante do seu dia   

Organização

Reserve um dia para ir ao  supermercado e um dia “plano B” se for necessário. Com isso planejado, economiza-se tempo – que pode significar dinheiro. É interessante também se informar dos dias de ofertas – “terça da carne”, “quinta verde”-  e comprar o que realmente é da promoção.

O que também ajuda muito para uma rotina saudável e barata é lavar os vegetais e armazenar corretamente. Assim sempre terá à mão uma fruta na hora daquela “fominha” e salada pronta para servir, sem desculpas.

Em resumo, com planejamento e um pouco de boa vontade é totalmente possível ter uma alimentação saudável sem gastar muito. Fazendo isso, o seu bolso e principalmente, o seu corpo, serão favorecidos.  

Fundadora de YUMI SAITO SPORTS LIFE & CONSULTORIA, é professora de Educação física, especializada em educação especial. Tem 11 anos de experiência em treinamento de grupos especiais e educação física escolar.

Veja o perfil completo de Yumi Saito

Deixe uma resposta

Leia mais posts relacionados