Falta de atividade física aumenta o risco de morte

Falta de atividade física aumenta o risco de morte

Um estudo analisou que a atividade física atenua ou até mesmo elimina a associação prejudicial entre o tempo que se passa sentado com a mortalidade

A falta de uma vida ativa aumenta as chances de morte, já para quem pratica atividades físicas, o risco diminui. De acordo com o estudo, pessoas que passam oito horas do dia sentadas trabalhando ou em atividade ocupacional, que não praticam exercícios físicos, o risco de mortalidade é de 50% maior ao comparando com quem treina.

,Já pessoas que passam oito horas do dia sentadas trabalhando ou em atividade ocupacional e são praticantes de exercícios, o risco de morte cai para 10%.

Por outro lado, quem passa cinco horas ou mais sentado em frente à televisão e não pratica exercícios, tem 93% mais de chances de morrer comparado com praticantes de exercícios físicos. Logo, o risco de mortalidade de indivíduos, que passam muitas horas do dia sentado e não são ativos, é igual ao de fumantes e obesos.

Qual a diferença entre ficar  sentado trabalhando ou fazendo alguma atividade ocupacional, e ficar sentado em frente a televisão?

Quem está trabalhando mantem a cabeça ocupada, há interação com a equipe e em alguns momentos, caminha de uma sala para outra. Mas quem fica apenas assistindo televisão, está exposto as propagandas de comidas, mais propensa a comer grandes quantidades sem perceber e a movimentação é mínima ou zero.

Falta de atividade física aumenta o risco de morte 1

Diante desse contexto, maiores chances de morrer por doenças do coração, de 23 % a 74% e por câncer, de 12% a 22%. Infelizmente este é o preço que se paga por optar por uma vida pouco ativa. Isso mostra porque o sedentarismo é uma das principais de causas de morte hoje.

Como sair desse estilo de vida?

Ao caminhar 1600 metros por dia o risco de morte reduz em 20%. Manter atividades físicas diárias, como por exemplo, subir escadas em vez de usar elevador, buscar o objeto que deseja em vez de pedir para terceiros, brincar com os filhos, passear com o cachorro, organizar o seu espaço. Diariamente também, alimente-se de forma equilibrada. Gaste no máximo duas horas do dia com televisão ou atividades não produtivas.

Falta de atividade física aumenta o risco de morte 2
Só não vale esquecer a máscara!

No entanto, não estar sedentário não significa estar saudável. Precisa-se que resultados sejam gerados a partir das atividades físicas praticadas regularmente. Para isso é fundamental realizar exercícios físicos planejados e estruturados, de duas vezes ou três por semana, afinal a prática regular de atividade física é a forma mais inteligente de cuidar da saúde por ser de fácil acesso e os risco de efeitos colaterais são quase zero.

Referência:                                                                                                                 

Ekelund, Ulf & Steene-Johannessen, Jostein & Brown, Wendy & Fagerland, Morten & Owen, Neville & Powell, Kenneth & Bauman, Adrian & Lee, I-Min. (2016). Does physical activity attenuate, or even eliminate, the detrimental association of sitting time with mortality? A harmonised meta-analysis of data from more than 1 million men and women. The Lancet. 303701. 10.1016/S0140-6736(16)30370-1

Fundadora de YUMI SAITO SPORTS LIFE & CONSULTORIA, é professora de Educação física, especializada em educação especial. Tem 11 anos de experiência em treinamento de grupos especiais e educação física escolar.

Veja o perfil completo de Yumi Saito