Hiroshima abre monumento com registro das vítimas da bomba atômica para manutenção

Autoridades da cidade de Hiroshima secaram páginas de papel de um registro de vítimas de bombas atômicas, para protegê-las da umidade na próxima estação chuvosa

Hiroshima abre monumento com registro das vítimas da bomba atômica para manutenção

No Parque Memorial da Paz de Hiroshima, cerca de 20 funcionários da prefeitura lamentaram as vítimas no cenotáfio (um monumento fúnebre) às 8h15, hora exata em que a bomba atômica foi lançada. Eles removeram 118 volumes do registro do cenotáfio e os colocaram em um pano branco.Eles viraram cada página para arejá-los e verificaram se havia danos.

Um funcionário, Kouno Itsuji, disse que seu grupo conduziu o processo com cuidado, rezando pela paz às almas das vítimas antes que a cidade marque o 75º aniversário do atentado. O evento anual para preservar o registro parecia diferente este ano devido à pandemia de coronavírus.

Os funcionários usavam máscaras. Eles também não seguiram o costume de convidar estudantes locais como parte de seus estudos de paz. As listas contêm 319.186 nomes e as datas de morte daqueles que foram expostos à bomba em Hiroshima, inclusive as que faleceram em 5 de agosto do ano passado.

A partir de junho, as autoridades adicionarão os nomes de outros falecidos recentemente ao registro, antes de devolvê-lo ao cenotáfio no dia 6 de agosto, dia em que a cidade foi bombardeada em 1945.

Hiroshima abre monumento com registro das vítimas da bomba atômica para manutenção 1
Foto: NHK