Studio Ghibli: os 10 animes mais bem avaliados

Studio Ghibli: os 10 animes mais bem avaliados

Conheça os 10 animes do Studio Ghibli mais bem avaliados no Rotten Tomatoes

A pontuação do Tomatometer é baseada nas opiniões de centenas de críticos de cinema e televisão, uma medida confiável de recomendação crítica para milhões de fãs.

Nos dias dos teatros abertos, quando uma peça era particularmente atroz, o público expressava sua insatisfação não apenas vaiando e sibilando no palco, mas também jogando o que havia à mão – incluindo legumes e frutas.

A pontuação do Tomatometer representa a porcentagem de críticas de críticos profissionais que são positivas para um determinado filme ou programa de televisão. Uma pontuação do Tomatometer é calculada para um filme ou programa de TV depois de receber pelo menos cinco críticas.

Tomate vermelho fresco

Quando pelo menos 60% das críticas de um filme ou programa de TV são positivas, um tomate vermelho é exibido para indicar seu status Fresco.

Tomate verde splat

Quando menos de 60% das críticas de um filme ou programa de TV são positivas, uma mancha verde é exibida para indicar seu status de podre.

Tomate desbotado

Quando não há uma pontuação no Tomatometer disponível, talvez o título ainda não tenha sido lançado ou não haja classificações suficientes para gerar uma pontuação.

Studio Ghibli

Considerado uns dos melhores estúdios de animação do Japão, o Studio Ghibli foi fundado em 1985 e conquistou vários prêmios em sua trajetória, sendo o primeiro filme de animação a vencer o Prêmio de Melhor Filme da Academia Japonesa, com a animação A Princesa Mononoke (Mononoke hime).

Além disso, o renomado estúdio foi vencedor do Oscar de Melhor Filme de Animação em 2003, tornando-o o primeiro (e único) filme desenhado a mão e que não tenha o inglês como língua original a vencer essa categoria, conquistado com a belíssima história de A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi).

Confira a lista dos 10 melhores filmes do Studio Ghibli:

10 – Sussurros do Coração (Mimi wo Sumaseba) – 1995

Studio Ghibli: os 10 animes mais bem avaliados 1

Shizuku é uma estudante que sonha em ser uma escritora e decide, durante o verão, ler vinte livros.

Mas, curiosamente, todas as edições que ela pegou na biblioteca já haviam sido lidas por um tal de Seiji Amasawa.

9 – Meu amigo Totoro (Tonari no Totoro) – 1988

A1 - Bárbara Taira

Duas meninas se mudam com o pai para o interior do Japão, com o objetivo de ficar perto da mãe, que está internada em um hospital.

Lá, elas viverão muitas aventuras ao lado de um simpático espírito protetor da floresta chamado Totoro, que vive em uma canforeira gigante.

8 – Porco Rosso: O Último Herói Romântico (Kurenai no Buta) – 1992

A1 - Bárbara Taira

Costa do Mar Adriático, início dos anos 30. Marco Porcellino, mais conhecido como Porco Rosso, é um aviador caçador de recompensas que luta contra piratas aéreos.

Cansados de serem derrotados por Porco, os piratas se unem e contratam um piloto americano para duelar com ele.

7 – O Mundo dos Pequeninos (Kari-gurashi no Arietti) – 2010

A1 - Bárbara Taira

Nos subúrbios de Tóquio, sob o assoalho de uma casa velha, Arrietty vive em seu minúsculo mundo com a família, fazendo de tudo para manter em segredo a existência de todos. Sobrevivendo como pequenos ladrões, eles conhecem as regras para que nunca sejam percebidos pelos verdadeiros – e grandes – donos da casa.

Para isso, procuram manter a desconfiança deles em cima dos gatos e ratos e tomam todos os cuidados possíveis para evitar de serem vistos. Contudo, quando um jovem rapaz se hospeda na casa, a pequenina Arrietty acredita que poderá manter uma amizade com ele, apesar da diferença de tamanhos.

6 – O Castelo no Céu (Tenkū no Shiro Rapyuta) – 1986

A1 - Bárbara Taira

Sheeta cai misteriosamente do céu nos braços de Pazu, um garoto que vive e trabalha em uma pequena cidade nas montanhas.

Este encontro leva ambos a uma série de aventuras causadas pela perseguição de piratas do ar e do exército a Sheeta, que resulta numa busca pela verdadeira identidade dela e por Laputa, um misterioso castelo no céu.

5 – O Serviço de Entregas da Kiki (Majo no Takkyubin) – 1989

A1 - Bárbara Taira

Ao completar 13 anos, seguindo a tradição de todas as bruxas, Kiki deve se mudar para uma cidade na qual não haja nenhuma bruxa e passar lá um ano morando sozinha em uma espécie de “estágio”.

Após achar uma bela cidade à beira mar, Kiki e seu gatinho Jiji tentam se adaptar à nova vida.

4 – A viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi) – 2001

A1 - Bárbara Taira

Chihiro é uma garota de 10 anos que descobre um mundo secreto de espíritos estranhos, criaturas e feitiçaria.

Quando seus pais são misteriosamente transformados, ela deve recorrer à coragem que nunca soube que tinha para se libertar e devolver sua família ao mundo exterior.

3 – Túmulo dos Vaga-lumes (Hotaru no haka) – 1988

A1 - Bárbara Taira

A animação se passa na cidade de Kobe, no Japão Imperial, que conta a história de dois irmãos, Seita e Setsuko, e sua luta desesperada para sobreviver nos últimos meses da Segunda Guerra Mundial.

O filme é amplamente aclamado pela crítica.

2 – Memórias de Ontem (Omoide poro poro) – 1991

A1 - Bárbara Taira

Taeko é uma mulher solteira de 27 anos que se dedica apenas ao trabalho. Ela sai de sua nativa Tóquio pela primeira vez e viaja até Yamagata para visitar a família da irmã durante a colheita anual de açafrão-bastardo.

Ao longo da viagem, ela começa a questionar se sua vida estressante é o que desejava quando jovem.

1 – O Conto da Princesa Kaguya (Kaguya hime no monogatari) – 2014

Baseado no conto popular O conto do Cortador de Bambu (Taketori monogatari), o longa conta a história de Kaguya, um minúsculo bebê que foi encontrado dentro de um tronco de bambu brilhante. Passado o tempo, ela se transforma em uma bela jovem que passa a ser cobiçada por 5 nobres, dentre eles, o próprio Imperador. Mas nenhum deles é o que ela realmente quer.

A1 - Bárbara Taira

A moça envia seus pretendentes em tarefas aparentemente impossíveis para tentar evitar o casamento com um estranho que não ama. Mas Kaguya terá que enfrentar seu destino e punição por suas escolhas.

Indicações: Oscar de Melhor Animação, vencendo algumas outras ao redor do mundo, como o 68º Mainichi Film Awards, 36º Festival de Cinema de Mill Valley, 35º Prêmio Sociedade de Críticos de Cinema de Boston, o 40º Prêmio Los Angeles Film Critics Association, entre outras.