Exercícios durante a gravidez: sim ou não?

Exercícios durante a gravidez: sim ou não?

Um corpo preparado para a gravidez é algo muito importante para o período gestacional, para o parto e também para o pós-parto, pois ajuda a mulher voltar ao peso e à musculatura normais

Vamos falar a respeito de um assunto que é “um divisor de águas”, principalmente na vida das mulheres (acredito eu)?

Gestação

A gravidez é um processo que altera o corpo no âmbito físico e mental. Embora seja uma fase na qual acontecem várias mudanças, a maioria das mulheres não está preparada para engravidar.

Neste momento, há quem diga: eu vou engordar mesmo, pra quê me preocupar? E então “enfiam o pé na jaca”. Com isso, o peso e a saúde desandam. E se você soubesse que vale a pena SIM se preparar?

Veja alguns perigos de estar acima do peso durante a gravidez: 

  • Diabetes gestacional;
  • Pré-eclâmpsia;
  • Trombose;
  • Complicações no parto.

Além disso, há riscos para o filho também, como morte fetal e obesidade infantil, pois os bebês têm uma maior probabilidade de nascerem obesos e serem adultos obesos e diabéticos.

Diante desse contexto, um corpo preparado para a gravidez é importante no período gestacional, no parto e, influenciará muito no pós-parto para que a mulher volte ao peso e à musculatura normais – principalmente a musculatura abdominal.

A prática de exercícios durante a gravidez:

  • Alivia a fadiga;
  • Aumenta a energia e o bom humor;
  • Melhora o sono;
  • Reduz dores nas costas, quadril e outras dores nas articulações que podem aparecer;
  • Ajuda no controle do peso.

O ideal para uma mulher que planeja engravidar é estar no peso adequado, com o IMC – Índice de massa corporal, peso (kg)/ altura(m) elevado ao quadrado – de 20 a 25 – o que é considerado normal segundo Ministério da Saúde – e estar com a musculatura fortalecida o suficiente para sustentar a sobrecarga durante o processo da gestação.

Caso tenha planos para engravidar, prepare-se!

A área de fitness e bem-estar está cada vez mais se expandindo a fim de cuidar desse público tão especial que são as grávidas. E embora o Japão também esteja adotando conceitos internacionais em relação a esse mercado, ainda existem algumas resistências às gestantes praticarem exercícios. 

Vivi essa experiência no momento que tive que parar de frequentar a academia de ginastica quando perceberam que eu estava grávida. Não me senti bem com isso. Como professora de Educação Física acredito que a prática de exercícios durante a gestação é fundamental para a saúde da mãe e do bebê. 

No entanto, se você não se exercitava antes da gravidez, em minha opinião, agora não é o momento de objetivar “alta performance”, porém isso não impede a prática de  atividades físicas desde que tenha a aprovação do seu médico e o acompanhamento de um profissional qualificado, que entenda as modificações que serão necessárias para o exercício durante a gravidez.

Em resumo, a prática de quaisquer atividades deve ser apropriada para gestantes. Técnicas de respiração, alongamentos, yoga, pilates, musculação, hidroginástica são ótimas opções de exercícios. Apenas tome cuidado, sempre ouça seu corpo e nunca se esforce demais.

No Japão você pode encontrar Shizen Studio Yoga (www.shizenyoga.com) e no Brasil, Clínica La Posture (https://www.clinicalaposture.com/saude-da-mulher).

Fundadora de YUMI SAITO SPORTS LIFE & CONSULTORIA, é professora de Educação física, especializada em educação especial. Tem 11 anos de experiência em treinamento de grupos especiais e educação física escolar.

Veja o perfil completo de Yumi Saito