Saúde > Diferenças entre o treino com peso livre e máquina

Diferenças entre o treino com peso livre e máquina

Entenda as diferenças e aplicabilidades de cada treino

Diferenças entre o treino com  peso livre e  máquina
Yumi Saito Consultoria

Receba os posts por email assim que foram publicados

O treinamento de força melhora a função cardiopulmonar, o metabolismo de repouso, melhora a saúde do corpo e a saúde mental.  Além disso, pode ser praticado por qualquer pessoa devido o baixo risco de lesões  e as inúmeras adaptações nos exercícios que podem ser feitas para tornar o treino ideal.

Existem muitos debates sobre a melhor maneira de treinar força, especialmente quando se refere à musculação. Duas maneiras, sendo essas as mais populares, são o treino com pesos livres e o treino com máquinas.  A discussão em relação qual é o mais efetivo está sempre acontecendo. No entanto, cada um, pesos livres ou máquinas, têm suas aplicações.  

Os pesos livres e as máquinas podem ser usados ​​para realizar exercícios multiarticulares,  que ativam vários grupos musculares, assim como os exercícios uniarticulares ou isolados, os quais que trabalham em apenas um grupo muscular.

Méritos

No caso das máquinas, elas tendem a se concentrar em grupamento muscular, então é possível treinar um músculo específico e de forma constante devido aos cabos e polias que compõem o aparelho. Outra vantagem da máquina é a estabilidade e segurança na execução do exercício. Aplica-se bem a alunos iniciantes, os quais ainda precisam desenvolver coordenação motora para a execução de certos exercícios, assim como é adequado quando a intenção é trabalhar um músculo especificamente, como o quadríceps na cadeira extensora.

Em relação ao treino com pesos livres são mais adequados para melhorar a força, o equilíbrio e a estabilidade do corpo. Pessoas que querem aumentar  força e hipertrofia muscular devem ter no programa de treinamento os exercícios compostos com pesos livres, pois como é necessário executar o movimento com uma carga externa  sem o “suporte” que a máquina oferece, mais grupos musculares são recrutados de variadas formas , dependendo do exercício. Por exemplo, ao fazer um agachamento, além dos músculos dos membros inferiores estarem sendo exigidos, os músculos abdominais são  fortemente ativados como estabilizadores do movimento.

Desvantagens de cada treino

As desvantagens das máquinas são que elas limitam o desenvolvimento de força, equilíbrio e coordenação motora. Por isso é fundamental que os alunos sem prática em exercícios sejam devidamente ensinados. A princípio sem peso, e depois, gradativamente, aumentando as cargas conforme o nível de força e coordenação aumentarem.

Já os exercícios com pesos livres são mais propensos a provocarem lesões. Não porque eles sejam ruins ou perigosos, mas por causa do próprio praticante e a sua superestimação de força muscular, ao executar um exercício com mais carga que suporta, fazendo o movimento incorretamente e sobrecarregando especialmente as articulações e ligamentos.

Pesos livres + máquinas

Em resumo , dentro de um programa de treinamento de musculação é interessante conter exercícios com pesos livres e também exercícios em máquinas. A meu ver, os exercícios com pesos livres trabalham a base, o principal, o essencial ; enquanto que as máquinas são importantes quando se quer ou precisa colocar um esforço especial em um determinado músculo. Ambos os treinos são eficientes se aplicados corretamente de acordo com o indivíduo. Para isso, é fundamental o acompanhamento profissional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também