Lista de pagamentos do ex-Ministro foi recuperada por investigadores

Os dados, incluindo a lista de pagamentos, foram excluídos em algum momento após outubro de 2019, quando uma revista semanal publicou as alegações de pagamento pela primeira vez

Lista de pagamentos do ex-Ministro foi recuperada por investigadores
Desbravando o Japão

Uma lista de pagamentos e outros dados apagados do computador do ex-Ministro da Justiça Katsuyuki Kawai, preso no dia 18 de junho com sua esposa e parlamentar Anri Kawai, por suspeita de conspiração e compra de votos em conexão com a campanha da eleição de 2019, disseram fontes investigativas ao Mainichi Shimbun.

Segundo as fontes, os investigadores forenses digitais recuperaram os dados apagados no computador de Katsuyuki, incluindo uma lista de pagamentos em dinheiro, como a Prefeitura de Hiroshima e outros membros da Assembléia local, bem como aquelas ligadas à organização de apoio político de Anri, que fez campanha com sucesso no ano passado por um assento na Câmara dos Conselheiros.

A unidade de investigações especiais do Ministério Público do Distrito de Tóquio aparentemente iniciou entrevistas com mais de 100 pessoas listadas no final de março deste ano e obteve evidências de pagamentos que totalizam cerca de 25,7 milhões de ienes (cerca de 240.000 dólares) a 94 pessoas. Os investigadores suspeitam que Katsuyuki apagou os arquivos para esconder as evidências.

A investigação sobre o casal de legisladores foi iniciada após dois de seus secretários foram indiciados no início deste ano, por suspeita de fornecer pagamentos ilegais à colportores, que trabalhavam na campanha de Anri. O computador de Katsuyuki foi apreendido em buscas na casa e nos escritórios políticos do casal.

Leia em The Mainichi (Isamu Gari, Akihiro Nakajima e Akari Terouchi, Hiroshima Bureau -Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também