Inicia-se a Liberação de Água Tratada da Usina Nuclear de Fukushima

Fukushima

A liberação da água utilizada no processo de resfriamento do combustível nuclear na Usina de Fukushima teve início por volta das 13h do dia 24.

As preocupações com as áreas ao redor de Fukushima

Essa água é liberada através de um túnel subterrâneo que percorre uma distância de 1 km sob o leito marinho, passando por todas essas instalações. Essa água carrega consigo pequenas quantidades de trítio radioativo, que são misturadas com uma grande quantidade de água do mar. Tal mistura reduz a concentração de trítio a menos de 1/40 do limite de segurança preestabelecido. Somente após esse processo, a água é conduzida pelo túnel e liberada no oceano.

Fukushima

A Tokyo Electric Power Company (TEPCO) armazena cerca de 1200 metros cúbicos de água tratada e diluída em um tanque de grande porte. Nesse momento, é feita a medição da concentração do trítio radioativo. Os resultados dessas medições indicaram que a concentração estava significativamente abaixo do limite estipulado, registrando no máximo 63 becquerels por litro.

Fukushima

Isso se mostra consideravelmente inferior ao limite de liberação de 1500 becquerels por litro. A liberação da água ocorre a uma taxa de 460 toneladas diárias. A menos que ocorram problemas inesperados, espera-se que aproximadamente 7800 metros cúbicos de água sejam liberados ao longo de um período de cerca de 17 dias. As projeções apontam para a continuidade da liberação da água tratada pela TEPCO pelos próximos 30 anos.

Fukushima

A unidade “becquerel” (símbolo: Bq) é uma medida de atividade radioativa. Ela é usada para quantificar a taxa de decaimento de átomos radioativos. Um becquerel representa uma desintegração nuclear por segundo. Em outras palavras, quando se mede algo em becquerels, está-se avaliando quantos átomos radioativos de um material estão se desintegrando e emitindo radiação em um intervalo de tempo específico. Quanto maior o número de becquerels, mais ativo e radioativo é o material em questão. 

China interrompe importação de produtos pesqueiros japoneses

Logo após o início da liberação da água tratada da Usina Nuclear de Fukushima, o governo chinês, por meio da Administração Geral das Alfândegas, anunciou a interrupção total da importação de produtos pesqueiros provenientes do Japão. Essa medida visa à proteção da saúde dos consumidores chineses e à garantia da segurança dos alimentos importados.

Fukushima

Até o momento, a China havia proibido a importação de produtos pesqueiros de 10 províncias japonesas, incluindo Fukushima; no entanto, a importação de outras províncias era permitida após rigorosa inspeção. A proibição de importação entrou em vigor no dia 24 e é considerada temporária. No entanto, a duração exata dessa suspensão ainda não foi especificada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *