Tratamento do COVID-19 com plasma, liderado pela Takeda, entra em ensaio clínico com o primeiro paciente

O ensaio do estudo liderado pela gigante do ramo farmacêutico Takeda, deveria ter iniciado em julho, mas foi adiado enquanto aguardava aprovação

Tratamento do COVID-19 com plasma, liderado pela Takeda, entra em ensaio clínico com o primeiro paciente
Sede da Takeda Pharmaceutical Co mm Tóquio

A Takeda Pharmaceutical Co do Japão disse que uma aliança de farmacêuticos que lidera inscreveu seu primeiro paciente em um ensaio clínico global de um tratamento com plasma sanguíneo para COVID-19, após meses de atrasos regulatórios. O estudo de fase 3 do grupo, conhecido como CoVIg Plasma Alliance, visa inscrever 500 pacientes adultos dos Estados Unidos, México e outros 16 países, de acordo com um comunicado.

Os pacientes serão tratados com Remdesivir da Gilead Science Inc, juntamente com o tratamento de plasma, que será fornecido pela CSL Behring, Takeda e duas outras empresas. “Temos esperança de que os dados do ensaio clínico estejam disponíveis antes do final do ano”, disse Bill Mezzanotte, diretor médico da CSL Behring, no comunicado.

O grupo pretendia iniciar o ensaio clínico em julho, mas este foi adiado enquanto se aguarda a aprovação regulatória. O National Institutes of Health dos EUA é o patrocinador do estudo. A aliança, que também inclui a alemã Biotest AG e a Octapharma Plasma, está trabalhando em uma terapia de globulina hiperimune derivada do plasma sanguíneo. Ela oferece uma dose padronizada de anticorpos e não precisa ser limitado a pacientes com tipos de sangue compatíveis.

A Organização Mundial da Saúde pediu cautela sobre os tratamentos de plasma para COVID-19, dizendo que as evidências de que eles funcionam são de “baixa qualidade”, mesmo com os Estados Unidos emitindo autorização de emergência para tais terapias. O teste e a produção dos tratamentos também são vulneráveis ​​à escassez de plasma sanguíneo de pessoas que se recuperaram do COVID-19. Em seu lançamento, a CoVIg Plasma Alliance instou esses indivíduos a considerarem a doação de seu plasma.