Suga a caminho de ser o novo Primeiro-ministro do Japão após vencer a liderança do partido

O mandato de Suga como presidente do LDP é limitado ao restante do atual mandato de três anos de Abe até setembro de 2021 e uma eleição da câmara baixa deve ser realizada antes de 21 de outubro daquele ano

Suga a caminho de ser o novo Primeiro-ministro do Japão após vencer a liderança do partido

Yoshihide Suga, o secretário-chefe do Gabinete do primeiro-ministro cessante Shinzo Abe, foi eleito na segunda-feira por legisladores e representantes do Partido Liberal Democrata (LDP) como o novo presidente do partido, o que o colocou no caminho de se tornar o próximo líder do Japão no final desta semana.

Em uma votação em uma reunião de legisladores do LDP de ambas as câmaras do parlamento, Suga venceu facilmente seus dois rivais – o ex-ministro da Defesa Shigeru Ishiba e o ex-ministro das Relações Exteriores Fumio Kishida – ao se comprometer a manter um bom equilíbrio entre o combate à pandemia do coronavírus e promoção de atividades econômicas.

A maioria das facções do LDP deu o seu apoio ao porta-voz do governo depois que Abe disse no mês passado que renunciaria por motivos de saúde, resultando em Suga recebendo 377 votos, Kishida 89 e Ishiba 68.

O novo primeiro-ministro terá a tarefa de enfrentar desafios herdados de Abe na frente diplomática, incluindo lidar com as ações assertivas da China no Mar da China Oriental e construir laços com os Estados Unidos, que realizam suas eleições presidenciais em novembro. Ele também terá que decidir o que fazer com os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio, que foram adiados um ano para o verão de 2021 devido à pandemia.