Sony oferece 100 milhões de dólares para indústrias médicas e de entretenimento atingidas por vírus

Apesar do comunicado, a Sony disse que o lucro líquido do grupo no ano até março deve ser reduzido de 590 bilhões de ienes (4,5 bilhões de dólares), em uma projeção divulgada em fevereiro, devido ao impacto do vírus

Sony oferece 100 milhões de dólares para indústrias médicas e de entretenimento atingidas por vírus

A Sony anunciou que montou um fundo de 100 milhões de dólares para ajudar os setores médico, educacional e de entretenimento, dentro e fora do Japão, a combater a disseminação global do novo coronavírus.

O fundo é principalmente para profissionais da área médica que combatem o vírus, educadores e crianças que trabalham on-line devido ao fechamento de escolas, assim como artistas e criadores de conteúdo atingidos por cancelamento ou adiamento de eventos ou suspensão de produção de filmes, disse a Sony. A doação é uma das maiores que a gigante de eletrônicos e entretenimento já fez, superando os 67 milhões de dólares oferecidos após o terremoto e o tsunami de março de 2011, que atingiram o leste e o nordeste do Japão.

A Sony informou sobre o fundo que 10 milhões de dólares serão dedicados primeiro à Organização Mundial da Saúde, aos Médicos Sem Fronteiras, ao Fundo das Nações Unidas para a Infância e ao Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, para ajudar os trabalhadores médicos na linha de frente que respondem ao vírus.

“Faremos tudo o que pudermos como empresa global para apoiar as pessoas na linha de frente da batalha contra o COVID-19, as crianças que são o nosso futuro e as que foram impactadas na comunidade criativa”, afirmou o CEO e Presidente da Sony, Kenichiro. Yoshida disse em um comunicado.

N28 - 13-04-2020
Foto: Kyodo

Veja também

Assine nossa newsletter