Seven-Eleven encerra contrato com dono de konbini que reduziu horário de funcionamento

Entre as principais redes japonesas de lojas de conveniência, a FamilyMart Co decidiu permitir um menor tempo de operação. A Lawson Inc não exige mais que os proprietários da franquia abram suas lojas por 24 horas

Seven-Eleven encerra contrato com dono de konbini que reduziu horário de funcionamento

A Seven-Eleven Japan Co. informou que está encerrando seu contrato de franquia do proprietário da loja no oeste do Japão que não aceitava a política de operação 24 horas por dia, 7 dias por semana, devido a reclamações de clientes.

O operador das lojas de conveniência 7-Eleven no Japão disse que encerraria o contrato com Mitoshi Matsumoto no final do ano, que administra sua loja em Higashi Osaka.

A demanda de Matsumoto por um horário mais curto chamou a atenção do público, à medida que mais operadores de lojas de franquia expressaram preocupação com o excesso de trabalho em meio a uma crescente crise trabalhista e o governo começou a realizar uma pesquisa sobre condições de trabalho no setor de lojas de conveniência.

N05 - 02-01-2020
O dono que fechava sua loja nas madrugadas, exigia férias no ano novo.
Foto: REUTERS