Novos papais funcionários públicos receberão incentivos para tirar licença paternidade

Sob o sistema de licença paternidade, é fornecida até uma semana de licença remunerada, com o seguro de emprego compensando parcialmente e o salário perdido no período subsequente

Novos papais funcionários públicos receberão incentivos para tirar licença paternidade
Father and baby forming a heart shape

O governo decidiu formalmente incentivar os trabalhadores do serviço público a tirar licença de paternidade por um período mínimo de um mês. O desempenho dos gerentes será avaliado, em parte, pela facilidade com que os subordinados tiram a licença paternidade.

A medida também recomenda que os trabalhadores tirem férias dentro de oito semanas após o parto, considerando a carga física sobre as esposas. Em princípio, os trabalhadores podem tirar licença de paternidade até um ano após o nascimento de um filho.

A prática de homens que tiram férias prolongadas para ajudar nos cuidados infantis, ainda não é generalizada no Japão e apenas 6% dos novos pais que trabalham no setor privado tiraram essa folga no ano fiscal de 2018.

Ao incentivar os servidores públicos nacionais a tirar a licença paternidade, o governo espera promover uma cultura de aceitação nos setores público e privado. Outras medidas serão introduzidas para facilitar aos novos pais a organização no local de trabalho na ausência deles.

N04 - 02-12-2020
Em 2018, a proporção real de funcionários do governo que o aceitaram tirar a licença foi de 12,4% entre os elegíveis