Recorde de chuvas: 27 áreas de Kyushu foram atingidas desde a semana passada

A chuva continua intermitentemente desde o dia 2 de julho, antes que o primeiro alerta de emergência por chuva forte fosse emitido. A Agência de Meteorologia do Japão prevê mais chuvas fortes

Recorde de chuvas: 27 áreas de Kyushu foram atingidas desde a semana passada
Desbravando o Japão

A maior precipitação já registrada em um período de 72 horas ocorreu em 27 pontos na região de Kyushu, entre os dias 3 e 8 de julho, de acordo com relatórios da Agência Meteorológica do Japão. O governo da província de Kumamoto anunciou na quinta-feira mais três mortes, elevando o número de mortos para 60. Além dessas mortes, uma pessoa está em parada cardiopulmonar e outras 17 estão desaparecidas.

A Agência verificou as chuvas em 163 pontos das sete províncias de Kyushu. A precipitação recorde foi medida em 9 pontos de Oita, 5 pontos de Fukuoka e Kumamoto, 4 pontos de Kagoshima e 2 pontos em Nagasaki e Saga. Entre esses, 24 pontos marcaram mais precipitação do que a média para o mês julho. A maior precipitação foi registrada na cidade de Hita, na província de Oita, com 862 milímetros, onde as águas do rio Chikugo, na terça e quarta-feira, inundaram extensivamente o centro da cidade.

As chuvas registradas em uma série de outros pontos, foram superiores aos 616 milímetros medidos em 2017, na cidade de Asakura, na província de Fukuoka, que sofreu graves danos causados ​​pela chuva naquele ano, ocasionando a morte 42 pessoas. O secretário-chefe do gabinete, Yoshihide Suga, disse a repórteres que o governo está atento com as fortes chuvas nas províncias de Gifu e Nagano.

A frente chuvosa sazonal em Kyushu irá permanecer até sexta-feira, com previsão de chuva localizada em algumas áreas. A Agência continua a exigir vigilância rigorosa sobre deslizamentos de terra e transbordamento de rios. Esta frente chuvosa está ativa desde sexta-feira passada, dia 3 de julho, permanecendo nas proximidades de Honshu. A Agência espera que ela fique por mais um tempo, fazendo com que fortes chuvas continuem pelo menos até domingo. A Agência disse que não há registros de uma frente de chuva que já permaneceu por tanto tempo.

Leia em The Japan News (Foto - Kim Kyung-Hoon)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também