Partido governista do Japão quer trabalhadores estrangeiros no setor financeiro

A terceira maior economia do mundo tem uma população em declínio e envelhecimento que pressionou o governo a relaxar os rígidos controles trabalhistas estrangeiros

Partido governista do Japão quer trabalhadores estrangeiros no setor financeiro

O Partido Liberal Democrata (LDP), atualmente no poder do Japão, está elaborando uma proposta para atrair trabalhadores altamente qualificados do exterior para o setor financeiro de Tóquio, disse o legislador que lidera o comitê do LDP sobre trabalhadores estrangeiros. Satsuki Katayama disse a repórteres que o partido poderia formalizar sua proposta ao governo.

O primeiro-ministro Shinzo Abe sugeriu no parlamento que o Japão poderia acolher residentes de Hong Kong, que trabalham no setor financeiro ou em outras áreas especializadas, enquanto a China se move para impor nova legislação de segurança. Questionado se a proposta que o LDP tinha em mente estava relacionada à cidadãos de Hong Kong, Katayama disse que sim.

“A situação em Hong Kong e no Leste da Ásia é muito tensa”, disse Katayama após uma reunião do comitê sobre trabalhadores estrangeiros, acrescentando que “atrair financiadores para Tóquio tem sido uma luta de longa data para nós”.

A proposta faz parte da política econômica do país, que inclui um plano para tornar Tóquio um centro financeiro. Incluirá também, sugestões sobre como os trabalhadores estrangeiros podem se integrar à força de trabalho japonesa.