Paródia do logotipo Olímpico de Tóquio gera mal com o COI

O emblema semelhante, apareceu na capa da revista de um clube e foi publicada em abril. A questão só se tornou um problema quando a paródia chegou ao conhecimento do comitê organizador das Olimpíadas de Tóquio

Paródia do logotipo Olímpico de Tóquio gera mal com o COI
Desbravando o Japão

Parte da série Coronavírus, em 356 posts

O Clube de Correspondentes Estrangeiros do Japão (FCCJ em inglês) fez uma brincadeira com o logotipo dos Jogos Olímpicos de Tóquio, combinando com a representação gráfica do vírus do COVID-19. A fusão inusitada gerou mal com o Comitê Organizador dos jogos, que solicitou a retirada o desenho, após o Comitê alegar violação de direitos autorais.

O presidente da FCCJ, Khaldon Azhari, disse que os advogados do clube concordaram que o desenho provavelmente infringiu as rígidas leis de direitos autorais do Japão. Disse também, que a medida não limitaria a liberdade de expressão do clube, nem sua capacidade de usar a paródia no futuro, e ainda expressou um “sincero arrependimento a qualquer um que possa ter sido ofendido por todos os lados desta questão”.

“Nos 75 anos de história da FCCJ, sempre foi um farol para a liberdade de imprensa no Japão e continua a defender esses valores”, disse Azhari em uma entrevista coletiva on-line. “E pelo direito dos jornalistas de responsabilizar as autoridades. Isso está além de qualquer dúvida.”

O CEO da Tokyo Olympic, Toshiro Muto, confirmou no final do dia que Azhari é membro da comissão de mídia do comitê organizador. Ele disse que os principais problemas eram as leis de direitos autorais e a “desconsideração” mostrada usando a imagem. “Isso não está relacionado a conflito de interesses”, afirmou Muto.

Paródia do logotipo Olímpico de Tóquio gera mal com o COI 1
Capa do jornal com a paródia
Foto: AP/Eugene Hoshiko

Leia em Japan Today (STEPHEN WADE - Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também