Olimpíadas “dependem dos EUA”, afirma membro do comitê organizador do Japão

Segundo o japonês, uma declaração positiva do novo presidente americano, Joe Biden, seria o suficiente para que as Olimpíadas ganhassem um forte impulso

Olimpíadas “dependem dos EUA”, afirma membro do comitê organizador do Japão

Para as Olimpíadas de Tóquio começarem como o planejado, em julho deste ano, dependerá do apoio dos Estados Unidos e de seu novo presidente, citou o membro do Comitê Organizador de Tóquio, Haruyuki Takahashi ao Wall Street Journal em uma entrevista. O Comitê Olímpico Internacional e os organizadores japoneses estão cada vez mais otimistas nas últimas semanas sobre a perspectiva de realizar os jogos adiados, apesar da diminuição do apoio público e do aumento dos casos de coronavírus

No entanto, Takahashi acredita que o futuro das Olimpíadas pode depender do apoio do presidente dos EUA, Joe Biden, afirma o artigo. “O senhor Biden está lidando com uma situação difícil com o coronavírus”, disse Takahashi ao WSJ no artigo publicado na quarta-feira. “Mas se ele fizer uma declaração positiva sobre as Olimpíadas, ganharemos um forte impulso. É dos EUA que odeio dizer isso, mas (o presidente do COI) Thomas Bach e o COI não são os únicos que podem tomar a decisão sobre os jogos”, acrescentou. “Eles não têm esse nível de liderança”.

Biden não falou publicamente sobre as Olimpíadas desde que se tornou presidente na semana passada. Os Estados Unidos trazem o maior contingente de atletas a qualquer Olimpíada e também fornecem ao COI seu negócio mais lucrativo para a televisão. Em resposta aos comentários de Takahashi, o COI disse ao WSJ que “seus comentários são obsoletos”. “É lamentável que o Sr. Takahashi não conheça os fatos”, disse o comunicado do COI.

“Primeiro: é o USOPC que decide sobre a equipe olímpica e paralímpica dos Estados Unidos. Segundo: USOPC nunca deixou dúvidas sobre sua participação”. O Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos escreveu no Twitter na semana passada que não havia recebido nenhuma informação sugerindo que os jogos não aconteceriam conforme o planejado.