O Japão pode ver o ressurgimento de casos de coronavírus, alertam os especialistas

Especialistas em saúde também estão observando para ver se passeios mais frequentes ou mesmo viagens durante o feriado de quatro dias do Japão, podem ter causado o ressurgimento do vírus

O Japão pode ver o ressurgimento de casos de coronavírus, alertam os especialistas

O Japão pode enfrentar um ressurgimento de infecções por coronavírus, embora o número de casos esteja diminuindo desde o final de julho, disse um grupo de especialistas em prevenção de vírus. O ritmo de declínio no número de novas infecções tem diminuído recentemente, com algumas regiões até mesmo registrando uma recuperação, disse o grupo consultivo do Ministério da Saúde.

Em todo o país, as novas infecções totalizaram 3287 nos sete dias até dia 22 de setembro, ante 3731 na semana anterior. Mas eles também disseram que o número de reprodução efetiva, que mede o número médio de pessoas que uma pessoa pode infectar, aumentou para quase um.

Por província, novos casos em Miyagi, Gunma e Chiba começaram a aumentar novamente a partir do início de setembro, com Quioto e Osaka também mostrando sinais de ressurgimento, segundo os especialistas. Em Tóquio, a tendência de queda atingiu o limite. Embora o número de pacientes com sintomas graves esteja diminuindo em todo o país desde o final de agosto, a taxa de declínio tem sido relativamente baixa.

Surtos em restaurantes e locais de trabalho têm sido relatados desde a retomada da atividade econômica, provavelmente devido a pessoas tirando suas máscaras enquanto falam. Também houve relatos de infecções de cluster em canteiros de obras, fábricas de processamento de alimentos e parques de churrasco. “Precisamos ficar de olho quando o impacto do movimento de pessoas (durante as férias) vai sair”, disse Takaji Wakita, diretor-geral do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas que chefia o grupo.