Novo anime do Studio Ghibli, que chega neste inverno, será o primeiro em CG

Earwig and the Witch é a história de uma jovem chamada Earwig, que descobre sua linhagem mágica por parte de mãe

Novo anime do Studio Ghibli, que chega neste inverno, será o primeiro em CG
Desbravando o Japão

Planejado pelo próprio Hayao Miyazaki, o longa-metragem será uma adaptação de Earwig and the Witch, o último romance da escritora britânica Diana Wynne Jones. Se esse nome lhe parece familiar, apesar de não ser bem versado na literatura britânica, talvez seja porque ela também é a autora de Howl’s Moving Castle (O Castelo Animado no Brasil), que Miyazaki transformou em um filme de anime em 2004.

Earwig and the Witch foi publicado depois que Jones faleceu em 2011 e Miyazaki ficou profundamente impressionado com a edição em japonês: “É um livro maravilhoso. É o último trabalho de Diana Wynne Jones e, graças aos desenhos dos [Miho] Satake (ilustrador da edição japonesa) e dos editores [Tokuma Shoten], tornou-se um trabalho indescritivelmente atraente. Eu li de capa a capa cinco vezes”.

Mas, embora seja a segunda vez que Ghibli adapte um romance de Jones, o projeto também representa um novo terreno para o estúdio. Com estreia prevista para este inverno, o anime Earwig and The Witch será a primeira produção animada em 3D do Studio Ghibli. Enquanto Hayao Miyazaki está atuando como planejador, o dever do diretor recai sobre seu filho, Goro, refletindo os papéis colaborativos que o pai e o filho tiveram para a produção de 2011 From Up on Poppy Hill.

O co-fundador e produtor extraordinário do Studio Ghibli, Toshio Suzuki, produzirá o anime Earwig e Witch. “Como será o mundo depois da pandemia de coronavírus? Essa é a grande questão para muitas pessoas”, meditou Suzuki enquanto falava sobre o projeto. “Olhando para o nosso trabalho [no projeto] até agora, percebi que o que se destaca nessa história é a inteligência de Earwig. Contanto que você os possua, você pode superar qualquer coisa, e essa percepção foi uma fonte de alívio para mim. Se Pippi Longstocking é a garota mais forte do mundo, Earwig é a garota mais inteligente do mundo. Aliás, Earwig é exatamente como nosso diretor, Goro, mas ele ficou envergonhado quando eu lhe disse isso”.

Leia em Sora News 24 (Casey Baseel - Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também