Noivos podem receber até 600.000 ienes do governo

O programa faz parte dos esforços do governo para lidar com a baixa taxa de natalidade

Noivos podem receber até  600.000 ienes do governo

Os casais que se casarem a partir de abril de 2021 poderão receber até 600.000 ienes para cobrir o aluguel e outras despesas ao começarem uma nova vida, desde que vivam em um município que adote o programa de apoio a recém-casados ​​do Japão, disseram fontes do governo.

Como a taxa de natalidade ultra baixa do país é atribuída principalmente à tendência de que as pessoas se casem tarde ou permaneçam solteiras, o governo tentará aumentar o número de casamentos no país aprimorando o programa para fornecer uma quantia maior e cobrir mais casais, disseram as fontes no Gabinete do Governo.

Para serem elegíveis, o marido e a mulher devem ter menos de 40 anos na data de registro do casamento e ter uma renda combinada de menos de 5,4 milhões de ienes, a partir dos 35 anos e 4,8 milhões ienes nas condições atuais para auxílio de até a 300.000 ienes.

Apenas 281 municípios, ou 15% de todas as cidades, vilas e aldeias do Japão, haviam adotado o programa em julho, pois devem arcar com metade das despesas, mas em uma tentativa de aumentar esse número, o governo central arcará com dois terços dos custos do ano fiscal de 2021, disseram as fontes.