Monte Fuji manterá o fechamento de suas trilhas

A cada ano, a montanha atrai entre 200.000 a 300.000 alpinistas ansiosos a chegar ao pico. Com tantas pessoas, a subida é conhecida por estar sempre lotada

Monte Fuji manterá o fechamento de suas trilhas

Conforme relatado pelo jornal Jiji Press, o governador de Yamanashi, Kotaro Nagasaki, anunciou os planos de fechar a trilha durante o verão de 2020, a fim de ajudar a impedir a propagação do coronavírus. A cidade de Fujiyoshida, que fica aos pés do Monte Fuji, recebeu vários pedidos de fechamento e o prefeito da cidade está atualmente trabalhando com o governo da prefeitura para colocar o plano em ação.

A decisão de fechar a trilha foi anunciada no dia 1º de maio, após uma reunião entre o escritório do governo da prefeitura e o prefeito de Fujiyoshida, Shigeru Horiuchi. Na reunião, Horiuchi destacou as dificuldades que o coronavírus trouxe ao popular destino turístico, dizendo que “não é possível garantir a segurança dos alpinistas nessa situação”.

Poucos dias antes do anúncio, os governadores das quatro prefeituras centrais do Japão, Shizuoka, Nagano, Niigata e Yamanashi, solicitaram que as pessoas pratiquem o autocontrole e evitem visitar destinos turísticos populares como o Monte Fuji e Karuizawa.

A trilha, que normalmente é aberta a caminhantes e alpinistas durante os meses de verão de 1º de julho a 10 de agosto, já fechou as cabanas nas montanhas espalhadas pelas encostas e decidiu não instalar estações de primeiros socorros ao longo da trilha. Atualmente, estão sendo decididos outros métodos para aplicar o fechamento.

N29 - 14-05-2020