Mais e mais estruturas do Japão sendo preservadas como dados 3D

Esse tipo de modelagem cria uma imagem 3D do interior de um edifício exatamente igual ao real, ao vincular imagens tiradas com uma câmera 3D em vários locais

Mais e mais estruturas do Japão sendo preservadas como dados 3D

Modelos digitais em 3D estão sendo feitos em um número crescente de estruturas, um processo considerado útil na restauração de edifícios se eles forem prejudicados em desastres como terremotos ou incêndios. Depois que uma estrutura é desenvolvida em um modelo 3D, as pessoas podem percorrer o interior do edifício em um computador, como se estivessem se movendo dentro da estrutura real. As imagens podem ser vistas diretamente ou de diferentes ângulos; também é possível ampliar certas áreas e medir a distância entre dois pontos.

Uma característica importante da modelagem 3D é que pode ser incluída uma grande quantidade de informações que não podem ser verificadas em um desenho de projeto. Por exemplo, as informações sobre a qualidade do material usado em um pilar e sua cor podem ser preservadas. Esse modelo também pode ser um registro completo da localização de objetos dentro de um templo, incluindo estátuas budistas.

A empreiteira Taisei Corp. desenvolveu modelos 3D de cerca de 60 edifícios desde 2014. O templo Onmyo-ji em Fuefuki, na província de Yamanashi, teve modelos 3D criados de partes de suas estruturas, incluindo o edifício principal, em abril deste ano para preservar seu estado atual em dados digitais. Imagens gravadas em cerca de 100 pontos dentro do edifício principal foram interligadas. Gravado em alta resolução 4K, até o grão da madeira do piso pode ser visto claramente. “Com os dados preservados, podemos nos sentir seguros mesmo se formos atingidos por um desastre”, disse o padre-chefe Kosho Nagasawa.

Além do Onmyo-ji, a Taisei Corp. desenvolveu modelos 3D de estruturas como um teatro em Quioto, na província de Chiba e uma escola particular no centro de Tóquio. Daisuke Yoshida, professor associado da Universidade da Cidade de Osaka, está trabalhando desde maio deste ano para criar um modelo 3D do Castelo de Kishiwada em Kishiwada, província de Osaka, em cooperação com o governo local. “Se tivermos um modelo 3D de alta resolução, podemos descobrir como o castelo foi afetado por um desastre, o que levou à sua restauração”, enfatizou Yoshida.

Leia em The Japan News (Masahiro Kato - Inglês)

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *