Japonês de 112 anos é reconhecido como o homem mais velho do mundo

Um japonês de 112 anos de idade, que foi reconhecido como o homem mais velho do mundo, disse que rir é o segredo de sua longevidade

Japonês de 112 anos é reconhecido como o homem mais velho do mundo

Chitetsu Watanabe, nascido no dia 5 de março de 1907, recebeu o certificado de um oficial do Guinness World Records no lar de idosos em Joetsu, província de Niigata, onde reside. Ele está de boa saúde, de acordo com as instalações.

Watanabe foi reconhecido como o homem mais velho vivo do mundo, depois que o titular anterior do título, Masazo Nonaka, que vivia em Hokkaido, morreu no dia 20 de janeiro de 2019, aos 113 anos.

Nascido em uma família de agricultores em Joetsu, Watanabe se mudou para Taiwan aos 20 anos e passou 18 anos lá. Ele voltou ao Japão após a Segunda Guerra Mundial e trabalhou como funcionário público em sua cidade natal até sua aposentadoria. Ele tem cinco filhos, 12 netos, 16 bisnetos e um tataraneto, de acordo com sua família.

O Japão é um dos principais países do mundo em longevidade. Kane Tanaka, uma japonesa de 117 anos de idade, residente na província de Fukuoka, é reconhecida pelo Guinness como a pessoa mais velha do mundo.

N27 - 13-02-2020
Foto: KYODO