Japão considera usar reconhecimento facial para rastreamento em grandes eventos

As propostas fazem parte de um projeto de programa de desenvolvimento de novas tecnologias de prevenção da infecção pelo coronavírus em eventos

Japão considera usar reconhecimento facial para rastreamento em grandes eventos

O governo pretende colocar um sistema de reconhecimento facial em uso prático, para prevenir novas infecções por coronavírus em eventos de grande escala, incluindo os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio.O governo também espera melhorar a capacidade nacional de conduzir testes de reação em cadeia da polimerase (PCR) baseados na saliva para detectar simultaneamente casos de gripe e nova infecção por coronavírus, disseram fontes informadas.

O governo irá revelar o programa em breve e realizar testes de demonstração nos ministérios e agências relevantes. De acordo com o projeto, o governo pretende usar câmeras de segurança equipadas com sistema de reconhecimento facial para registrar os movimentos dos visitantes dos Jogos de Tóquio, que foram adiados para 2021, e outros eventos de grande escala, disseram as fontes. Espera-se que os registros de visitantes sejam usados ​​para identificar pessoas que tiveram contato próximo com portadores de vírus.

O governo também está considerando um plano para consolidar os resultados dos testes de vírus para atletas olímpicos e paralímpicos e gerenciar suas visitas às instalações do evento usando tecnologia de reconhecimento facial. Quanto aos testes de influenza sazonal e infecção por coronavírus, o governo pretende criar um sistema simples.

Especificamente, o governo espera construir um sistema no qual as pessoas possam realizar testes de PCR enviando amostras de saliva para laboratórios de teste através de farmácias, por exemplo. O rascunho do programa também inclui planos para desinfetar instalações usando robôs no piloto automático e utilizar inteligência artificial para evitar congestionamentos nos centros de evacuação em caso de desastres naturais.