Governo de Tóquio pede aos trabalhadores de boates que realizem testes de vírus

O governo metropolitano de Tóquio solicitará que as pessoas que trabalham em boates e estabelecimentos de entretenimento semelhantes façam regularmente testes de coronavírus

Governo de Tóquio pede aos trabalhadores de boates que realizem testes de vírus

A política faz parte de novas medidas destinadas a conter a propagação do vírus nos principais distritos de vida noturna de Tóquio, como a área de Kabukicho, em Shinjuku, disse a governadora Yuriko Koike a repórteres no domingo, após conversar com o ministro da Economia Yasutoshi Nishimura. “Queremos garantir que as pessoas não se contaminem ou transmitam o vírus também nos distritos noturnos (entretenimento)”, afirmou Koike.

Desde o relaxamento das restrições sociais e econômicas no final do mês passado, o número de novos casos confirmados de COVID-19 conectados aos chamados host clubs, onde as mulheres pagam para serem entretidas por homens jovens com bebidas e outros tipos de bares, vem aumentando em Tóquio. Koike disse que no domingo, Tóquio confirmou 14 novos casos, sendo que 6 deles envolveram pessoas em distritos de vida noturna.

No sábado, o governo metropolitano registrou 26 novos casos, dos quais 12 infectados pelo vírus eram funcionários do sexo masculino, com idades entre 20 e 30 anos, trabalhando no mesmo host clubs da ala de Shinjuku e outros 4 também eram suspeitos de estarem ligados à vida noturna.

“Com o envolvimento de especialistas, eu gostaria de continuar trabalhando com o governo metropolitano de Tóquio”, disse Nishimura aos repórteres, referindo-se a seus esforços para impedir a propagação do vírus nos distritos de entretenimento noturno. Ele disse que o governo japonês planeja compilar no próximo final de semana diretrizes para tornar os distritos mais seguros para a saúde em meio à disseminação do vírus.

N11 - 08-06-2020
Essa é uma imagem de arquivo, antes da pandemia