Carlos Ghosn processa a Nissan, pedindo indenização de 1 bilhão de dólares

Nissan

Foi revelado que Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e foragido da justiça japonesa no Líbano, entrou com um processo contra a empresa, buscando uma indenização de aproximadamente 1 bilhão de dólares.

Mais uma polêmica para a Nissan

O processo alega que a Nissan e seus funcionários são responsáveis pelos danos causados à reputação e aos ativos pessoais de Ghosn.

Nissan

A defesa busca uma compensação de 588 milhões de dólares, além de uma sanção punitiva de 500 milhões de dólares.

Nissan

Ghosn foi preso em 2018 no Japão por suspeita de violações financeiras e fugiu para o Líbano em 2019, onde tem residido desde então. O julgamento está previsto para iniciar em setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *