Testes clínicos em humanos para o medicamento contra o COVID-19 começam em 2021, afirma startup do Japão

Uma startup de biotecnologia do Japão disse que iniciará testes clínicos em humanos para um medicamento para tratar COVID-19 em 2021

Testes clínicos em humanos para o medicamento contra o COVID-19 começam em 2021, afirma startup do Japão

A Bonac Corp., startup com sede em Kurume, província de Fukuoka, disse que convocou, em junho, 72 candidatos para testar a eficácia de medicamentos a base de ácido nucleico contra a doença respiratória causada pelo novo coronavírus, em pesquisa conjunta com o Instituto de Saúde e Ciências Ambientais de Fukuoka. Dez dos candidatos mostraram resultados positivos em “reduzir significativamente a replicação” do vírus, demonstrando a eficácia desses medicamentos para o COVID-19.

A equipe de pesquisa reduziu o número de candidatos de 10 para três que são altamente estáveis ​​no corpo humano e podem ser eficazes mesmo em pequenas quantidades. Depois de selecionar um deles por meio de testes não clínicos, os ensaios clínicos envolvendo seres humanos serão lançados no próximo ano.

A droga em potencial também poderia ser desenvolvida para o tratamento da síndrome respiratória do Oriente Médio, ou MERS, e da síndrome respiratória aguda grave, ou SARS, ambas semelhantes ao COVID-19 e ainda sem tratamento, disse a Bonac. A startup, criada em 2010, disse que, usando sua “tecnologia de interferência de RNA”, tentará criar uma droga que pode decompor o RNA genômico do coronavírus e induzir efeitos antivirais em pacientes infectados.

O DNA e o RNA, que são chamados coletivamente de ácidos nucleicos, podem ser encontrados nas células de todos os organismos vivos. Suas tarefas são armazenar e transmitir informações genéticas.