Suspeito de furtar loja no Japão e levar cerca de 1500 cartas Pokémon, estava executando trabalho clandestino 

trabalho

Masaki Omori, residente da província de Okinawa, é suspeito de invadir uma loja de troca de cartas em Chiyoda, Tóquio, e roubar aproximadamente 1500 cartas Pokémon, no valor de cerca de 1,15 milhão de ienes.

O trabalho clandestino

Segundo a Polícia Metropolitana de Tóquio, Omori conseguiu emprego ilegal através das redes sociais e pagou por sua própria viagem até Tóquio.

trabalho

Durante o interrogatório, ele confessou as acusações, alegando dificuldades financeiras e falta de dinheiro.

trabalho

Este ano, foram registrados outros casos de furtos de cartas Pokémon em três províncias diferentes da região metropolitana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *