Sexta-feira 13 muito louca: homem encontra saco cheio de facas na frente de casa

E sexta-feira 13 nem é um dia dessas coisas no Japão

Sexta-feira 13 muito louca: homem encontra saco cheio de facas na frente de casa

A sexta-feira 13 de agosto caiu durante o feriado prolongado do Obon. Mas em Quioto, quando um japonês retornou para casa, uma bolsa em frente a sua casa chamou atenção. No interior da bolsa, ele encontrou várias facas e quase uma dúzia de lâminas estavam manchadas com um líquido vermelho de aparência horrível. No total, eram 17 facas, incluindo facas de cozinha e machadinhas. Após um exame, foi descoberto que as manchas eram apenas tinta vermelha. Para aumentar a bizarrice, essa não foi a primeira vez que ele recebeu facas em sua casa. O fato o aborreceu tanto, que ele decidiu instalar câmeras de vigilância. O homem filmado é um total estranho. Como foram encontradas impressões digitais, a polícia está investigando e irá indiciar o suspeito sob acusação de vandalismo e violação da Lei de Controle de Armas de Fogo e Espadas.

A sexta-feira 13 não é temida no Japão

Se você se questiona se os números de azar são os mesmo no Japão, fique sabendo que não. Ao invés do número 13 ter alguma ligação com má sorte ou mau agouro, os japoneses colocam sua atenção muito mais nos números 4 e 9. Isso ocorre por causa de suas pronuncias. O 4, por exemplo, pode ser pronunciado como shi, que também significa morte. E o nove pronuncia-se kyu e teve o azar de ser associado à palavra sofrimento (kuruhimi). As variações do quatro também sofrem com esses duplos sentidos. O 24 nishi pode ser traduzido como “morte em dobro”. Nem o 420 escapou, sua pronuncia é shinirei e soa semelhante à shinrei que significa “espírito morto”.

sexta-feira

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *