Seijin no Hi: o Dia da Maioridade

Seijin no Hi: o Dia da Maioridade

O Seijin no Hi, ou Dia da Maioridade, é uma espécie de rito de passagem para todos os jovens japoneses e um dos eventos mais tradicionais e significativos do Japão.

Existe um dia para que os japoneses oficialmente se tornem adultos.

Todos os anos, na segunda segunda-feira de janeiro, acontece o Seijin no Hi, o Dia da Maioridade, ou o Dia dos Adultos. É uma espécie de rito de passagem para todos os jovens japoneses e um dos eventos mais tradicionais e significativos do Japão.

Os jovens que completaram ou completarão 20 anos entre 2 de abril do ano anterior e 1º de abril do ano vigente, e que residem na região, são convidados para a cerimônia. Ao serem oficialmente considerados adultos, os jovens passam a ter direito a casar, comprar cigarros e bebidas alcoólicas, morar sozinho, comprar casa ou carro.

As comemorações do Seijin no Hi começaram em 1946, quando uma pequena cidade de Saitama organizou um evento para dar esperança às gerações mais jovens após a II Guerra Mundial. No ano seguinte outros municípios também gostaram da ideia e começaram a participar e, em 1948, foi estabelecido como feriado nacional.

Seijin no Hi: o Dia da Maioridade 1

As roupas usadas no dia envolvem muita preparação, especialmente para as moças. As mulheres geralmente trajam furisode, um quimono de mangas compridas usado por mulheres solteiras e em eventos importantes. O aluguel de quimono tradicional é uma boa opção, já que essas roupas formais e tradicionais pode custar muito dinheiro.

Os rapazes geralmente escolhem usar trajes formais ao estilo ocidental ou, às vezes, um quimono tradicional com hakama. Os estúdios de fotografia e salões de beleza começam a fazer campanhas de divulgação meses antes, oferecendo opções especiais para tornar esse momento inesquecível.

Em janeiro de 2019, de acordo com o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações, cerca de 1,25 milhão de jovens se tornam adultos.

Os participantes e suas famílias se reúnem ao final da manhã para discursos e palestras sobre o que significa ser adulto, seus novos direitos, deveres e as responsabilidades que os jovens têm para construir o futuro. O prefeito da cidade ou outras figuras importantes dão as boas-vindas aos novos adultos, que geralmente recebem presentes e lembranças.

As cerimônias são realizadas em todo o país nas prefeituras e outros centros oficiais. Nas grandes cidades como Tóquio, as cerimônias acontecem em vários locais como Shinjuku e Shibuya, onde há maior cobertura da mídia. É um espetáculo visual de roupas tradicionais e coloridas, penteados e maquiagem elaborados que costuma ser acompanhado por música ao vivo e apresentações artísticas.

Como esperado, as populares barracas de yatai, as comidas de rua ou street foods, podem ser encontradas em todos os lugares. Mais uma deliciosa tradição! São oferecidos takoyaki, okonomiyaki, karaaguê, dango, tayaki e uma infinidade comidas no espeto que vão desde frutos do mar até frutas: banana com chocolate e confeitos é sempre um sucesso.

Uma visita ao Santuário local também é importante. As famílias vão juntas com o novo adulto para orar por saúde e sucesso nessa nova fase da vida. Após a cerimônia e a visita ao templo ou santuário, muitos novos adultos vão com seus amigos para uma reunião mais casual em um izakaya ou restaurante para comemorar.

Se você estiver no Japão nesse período do ano, o Seijin no Gi é uma ótima maneira de se divertir e ver alguns jovens japoneses em roupas tradicionais. Sugiro visitar algumas das regiões mais importantes da cidade, como Shibuya, Shinjuku ou Nakano. Mas não deixe de saber a hora e o local exatos do encontro, caso contrário, você poderá perder o evento.

Jaqueline Kuriu é praticante de Kyudo, a arqueria tradicional japonesa, e estudante de japonês. Atualmente mora em Tóquio, mas nasceu em Curitiba, onde se formou em Educação Física pela UFPR. Trabalhou com dança e atividades culturais, e realizou palestras sobre arte, música, cultura e viagens.

Veja o perfil completo de Jaqueline Kuriu