Salão do Automóvel da China provoca protestos por distribuir “sorvete somente para estrangeiros” 

sorvete

No Salão do Automóvel realizado na China, a equipe da BMW foi criticada por ter distribuído sorvete apenas para clientes estrangeiros, o que gerou indignação e até mesmo boicote aos produtos da marca.

A BMW se explicou sobre os sorvetes

O incidente, conhecido como “o caso do sorvete”, foi amplamente divulgado pela mídia chinesa e tem gerado protestos diários.

sorvete

A revolta dos consumidores chineses tem se intensificado, tendo sido registrados diversos atos de vandalismo, como a destruição do para-brisa com uma barra e a inscrição “volte para a Alemanha” feita com spray em carros da marca. Alguns veículos chegaram a ser alvo de arremessos de sorvete.

sorvete

Os usuários das redes sociais chinesas têm criticado a postura da montadora alemã e compartilhado mensagens de repúdio. Uma dessas mensagens diz: “Papai, o que significa BMW?”. “Significa que apenas os estrangeiros podem comer sorvete”. “Então, por que comprar esses carros?”, questiona a criança.

sorvete

A polêmica teve início quando a MINI, marca pertencente à BMW, distribuiu sorvete gratuitamente em seu estande no Salão do Automóvel de Xangai. Dois clientes chineses foram informados que a distribuição havia acabado, mas logo em seguida um estrangeiro recebeu um sorvete das mãos dos funcionários.

O vídeo do incidente se espalhou pelas redes sociais, gerando críticas e acusações de discriminação.

Na frente do estande da MINI, manifestantes têm protestado diariamente, distribuindo sorvete que compram por conta própria. Uma mulher que realizava uma dessas manifestações foi detida pelos seguranças do evento.

De acordo com relatos, uma empresa da província de Jiangsu chegou a emitir uma comunicação interna pedindo que seus funcionários que possuem carros da BMW vendam seus veículos no prazo de um mês ou sejam demitidos.

A mídia chinesa tem noticiado amplamente o caso, que já foi chamado de “o caso do sorvete”. A BMW afirmou que os estrangeiros que receberam sorvete no vídeo divulgado na internet eram funcionários e que o sorvete distribuído era para uso exclusivo da equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *