Quase 99% das escolas públicas de ensino fundamental do Japão foram fechadas

Apenas 316 escolas de ensino fundamental e médio de 20 municípios decidiram não fechar

Quase 99% das escolas públicas de ensino fundamental do Japão foram fechadas
Foto: ANN

De acordo com o pedido do primeiro-ministro Shinzo Abe, realizado no dia 27 de fevereiro, de que escolas em todo o país fechassem suas portas, após o surto de vírus COVID-19, cerca de 98,8% de todas as escolas primárias municipais iniciaram intervalos extraordinários, mostraram dados do Ministério da Educação. Das 19.161 escolas primárias em todo o país, 18.923 estão fechadas. Apenas 316 escolas de ensino fundamental e médio de 20 municípios decidiram não fechar.

Entre as instituições administradas pela prefeitura, 3.314 escolas secundárias foram fechadas em 46 das 47 prefeituras, exceto na Prefeitura de Shimane, segundo os dados divulgados. O mesmo aconteceu com 869 escolas com necessidades especiais em 45 prefeituras, excluindo as províncias de Saitama e Shimane.

O primeiro-ministro pediu que todas as escolas de ensino fundamental, médio e superior, e escolas com necessidades especiais, fossem fechadas, numa tentativa de conter a propagação do novo coronavírus.

Com base no pedido de Abe, o Ministério instruiu os conselhos locais de educação a fechar as escolas até o final das férias de primavera, que normalmente terminam no início de abril, permitindo que cada governo local tome decisões sobre realmente fechar as escolas e por quanto tempo.

N31 - 13-03-2020
Foto: ANN