Pesquisadores criam mão robô para pessoas solitárias caminharem

Os pesquisadores dizem que um de seus objetivos é confortar aqueles que vivem estilos de vida isolados durante a pandemia e para que incentivar a prática de exercícios regularmente

Pesquisadores criam mão robô para pessoas solitárias caminharem

Um grupo de pesquisadores de engenharia (Koshiro Shiraki, Toru Notsumata, Moeka Miki e Takeru Mushika) da Universidade Gifu apontou: “Para algumas pessoas, encontrar uma namorada é muito difícil”. Então, o quarteto se propôs a criar um método para que as pessoas “experimentassem segurar a mão de uma namorada com mais facilidade do que encontrar uma namorada” e o resultado é o robô mostrado neste vídeo, chamado Osampo Kanojo ou My Girlfriend in Walk – algo como “Passeio com minha namorada”.

À primeira vista, pode parecer apenas uma luva ou antebraço de manequim. Eles não proporcionariam aos seus sentidos de toque, som e até olfato as sensações agradáveis ​​de caminhar com uma namorada, portanto, o Osampo Kanojo tem nada menos que sete pontos principais de design: 1– A cobertura externa é feita de gel macio e flexível, para recriar “a ternura da mão de uma mulher”. 2Osampo Kanojo contém um sensor de pressão interna, de modo que quando você aperta sua palma, os motores são ativados e a mão aperta você de volta.

3 – Ao caminhar com uma namorada, o dispositivo é montado em uma trilha perpendicular ao seu pulso, criando uma sensação de puxão para trás em seu braço. 4 Osampo Kanojo tem um aquecedor interno, de forma que o calor irradie de sua palma e dedos. 5 – Um pedaço de tecido umedecido é colocado dentro do Osampo Kanojo e quando o aquecedor é ativado, ele faz com que pequenas quantidades de umidade sejam secretadas por pequenos poros na cobertura externa.

6 – O dispositivo também reproduz os sons dos passos de sua namorada virtual através do alto-falante do seu smartphone, junto com os sons da respiração dela e o farfalhar suave de sua roupa. 7 – Por último, dentro do Osampo Kanojo há uma fragrância de shampoo feminino, de modo que o aroma sutil de cabelo recém-lavado saia dele quando o pano for aquecido. O protótipo é projetado como um substituto para a mão de uma mulher e parece que o sistema poderia ser facilmente adaptado para replicar a mão de um homem com um revestimento externo mais substancial e fragrâncias substitutas, como colônia.