Museu e linha ferroviária buscam financiamento coletivo para envolver trem em arte

Um museu de arte e uma pequena linha ferroviária no oeste do Japão lançaram a campanha como um plano de decorar um dos trens de vagão único da linha, com desenhos tirados de obras-primas ocidentais

Museu e linha ferroviária buscam financiamento coletivo para envolver trem em arte

O Museu de Arte Ohara  em Kurashiki, província de Okayama e a Ferrovia Ibara planejam decorar o interior e o exterior de um de seus vagões com obras de Renoir e El Greco, entre outros artistas, que serão projetadas para parecerem selos.

Os organizadores pretendem arrecadar pelo menos 2,5 milhões de ienes (24 mil dólares) até 18 de dezembro. O exterior do trem será projetado pelo artista local Saburo Ota. A ferrovia passa pelo distrito de Mabi em Kurashiki, que sofreu danos nas chuvas torrenciais e inundações que ocorreram no oeste do Japão em julho de 2018.

Em abril e maio deste ano, a linha foi forçada a reduzir seus serviços para evitar a disseminação do novo coronavírus em meio a temores que os serviços pudessem ser suspensos se um de seus testes de pessoal operacional fosse positivo.

O museu, fundado em 1930 e apresentando principalmente peças ocidentais, incluindo Gauguin, Monet e Matisse, foi fechado entre abril e agosto devido à pandemia.