Mais de 25% das chamadas para o número de emergências do Japão são feitas por outros motivos 

emergência

Mais de 25% das chamadas para o número de emergência no Japão não são urgentes, como trotes, tornando-se um problema para as autoridades.

As ligações sem emergências

Durante um evento realizado no Museu Ferroviário de Saitama, a polícia fez um apelo para o uso apropriado do número 110.

emergência

Apesar de aproximadamente 2 mil relatos diários na prefeitura de Saitama, no ano passado, cerca de 1/4 eram chamadas não urgentes, como solicitações para fornecimento de números comerciais.

emergência

Este foi o maior percentual da era Reiwa, e a polícia solicita que as chamadas para o número 110, fora de eventos e acidentes, sejam evitadas, pois isso dificulta o atendimento de chamadas realmente necessárias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *