Kanno: o novo grupo sanguíneo descoberto no Japão

o Kanno-negativo é tão raro, que é aconselhado que o sangue do próprio paciente seja armazenado com antecedência

Kanno: o novo grupo sanguíneo descoberto no Japão

O sistema Kanno, apresentado por um grupo de cientistas japoneses, em sua maioria do Centro Nacional de Saúde e Medicina Global e da Cruz Vermelha do Japão, tiveram seu trabalho reconhecido pela Sociedade Internacional de Transfusão de Sangue (ISBT).

Considerado o 37º sistema sanguíneo, a categoria Kanno foi identificada pela primeira vez no Hospital Universitário Médico de Fukushima, em 1991.

Segundo o estudo, cerca de 99,5% da população mundial está no grupo Kanno-positivo. Já o Kanno-negativo é tão raro, que é aconselhado que o sangue do próprio paciente seja armazenado com antecedência.