Idosa cai em golpe e japonês se torna golpista em arubaito sem saber

Ser transformado em um golpista sem saber é a pior coisa por qual um desempregado pode passar

Idosa cai em golpe e japonês se torna golpista em arubaito sem saber
Desbravando o Japão

Imagine esse absurdo: você é contratado em uma oferta de emprego que te promete altos lucros com pouco trabalho. Para quem está desempregado, como Masaharu Uchida, a ideia parece ótima. Porém, o que Uchida não sabia é que ele havia sido contratado para ser um golpista. Seu trabalho consistia em receber dados de cartão de crédito, normalmente de idosos, para realizar reembolso do imposto sobre consumo por uma cooperativa.

A casa começou a cair quando duas pessoas decidiram ir pessoalmente às suas antigas cooperativas tirar dúvidas sobre as mudanças. Uchida era dono de um bar em Yokohama, mas por conta do Estados de Emergência, ele acabou tendo que fechar seu boteco e procurar por uma outra atividade. Infelizmente, o desafortunado japonês foi preso sem saber que estava trabalhando para golpistas, apesar de ter desconfiado da descrição do trabalho, ele realmente precisa trabalhar.

O Japão complica vida de golpistas

Desde o dia 1º de maio, a Delegacia de Minami da Polícia da Província de Aichi, que atende e protege a cidade do distrito de Minami de Nagoya, lançou um novo aspecto da Operação Finja Ser Enganado. Este novo programa de combate ao crime pede às pessoas que foram contatadas por alguém que afirma ser um ente querido e que precisa de dinheiro para notificar a polícia e, em seguida, trabalhar com eles para desviar o golpista. Para cada caso em que sua cooperação levar à identificação de golpistas, o alvo original do golpe receberá 10 mil ienes.

golpista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também