Japonês aplica golpe com relógios de luxo, dando prejuízo de ¥17 milhões 

O japonês usava carteiras de motorista falsas para alugar os caros relógios

Japonês aplica golpe com relógios de luxo, dando prejuízo de ¥17 milhões 
Desbravando o Japão

Receba os posts por email assim que foram publicados

Kazushi Nagamine de 35 anos, um desempregado da cidade de Hokota, em Ibaraki, é suspeito de ter aplicado um golpe em locadoras de artigos de luxo da província de Gunma, vendendo 13 relógios Rolex e Chanel no valor aproximado de 17,6 milhões de ienes, até maio do ano passado.

O motivos da venda dos relógios

De acordo com a polícia, Nagamine usou uma carteira de motorista com nome e foto falsos para emprestar, repetidamente, relógios de várias locadoras de artigos de luxo e imediatamente vendê-los em uma loja de penhores.

relógios

Nagamine admitiu que havia perdido dinheiro em investimentos na bolsa de valores e o revendeu os artigos de luxo para compensar. Quando foi preso, ele havia voltado a investir o dinheiro do golpe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.