Grupo afirma ter gravado, sem consentimento, mais de 10 mil mulheres no Japão 

Anuncie

Um grupo de japoneses foi preso por observar mulheres em banhos ao ar livre em todo o país.

Um grupo grande

O líder do grupo, Karin Saito (50), afirma ter observado e gravado mais de 10 mil mulheres. A Polícia de Shizuoka prendeu até agora 13 pessoas, incluindo Saito.

grupo

O grupo foi descoberto após uma série de incidentes, onde mulheres foram observadas em banhos ao ar livre.

grupo

De acordo com a polícia, Saito afirma ter começado aos 20 anos. Ele se orgulha de ter conhecido mais de 100 pessoas com essas atividades.

grupo

Assine e receba os posts em seu email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *