Governo vai intensificar os esforços para bloquear a variante do coronavírus

O governo japonês está em alerta máximo depois que casos de uma variante supostamente mais contagiosa do coronavírus foram encontrados em pessoas sem histórico recente de viagens ao exterior

Governo vai intensificar os esforços para bloquear a variante do coronavírus

O primeiro-ministro Yoshihide Suga esteve em uma reunião online com os governadores das sete províncias que foram adicionadas ao novo Estado de Emergência por coronavírus na semana passada. Suga pediu que convencessem os mais jovens a tomar medidas para evitar infecções. Eles também concordaram em garantir leitos hospitalares para pacientes com coronavírus. Apesar do novo Estado de Emergência, a contagem de casos não diminuiu. O número de mortos em todo o país ultrapassou 100, atingindo um recorde na terça-feira.

O Ministério da Saúde do Japão anunciou na segunda-feira que três pessoas na província de Shizuoka tiveram teste positivo para a variante do vírus da Grã-Bretanha. As autoridades de saúde pública suspeitam que contraíram a variante por meio de infecções adquiridas na comunidade, uma vez que não têm histórico recente de viagens ao exterior e nenhum contato conhecido com pessoas infectadas dentro do Japão.

O governo planeja trabalhar com as autoridades locais para identificar as rotas de infecção e intensificar o monitoramento para impedir a propagação da variante. As autoridades também estão trabalhando em um cronograma para o lançamento de uma vacina. Ele considera priorizar profissionais de saúde e idosos, e planeja começar a vacinar o restante da população por volta de maio, no mínimo.

Há um apelo dentro do governo para usar o sistema nacional de números de identificação individual para criar um banco de dados para o programa de vacinação. Mas outros dizem que seria tecnicamente difícil.