Governo planeja criar quatro “vales do silício” no Japão

Seria uma maneira incrível de melhorar a reputação tecnológica do Japão e, ao mesmo tempo, revitalizar algumas das áreas rurais que estão atualmente à beira da extinção devido a um grave despovoamento

Governo planeja criar quatro “vales do silício” no Japão
Desbravando o Japão

O governo do Japão anunciou quatro regiões do país como Global Base Cities, que devem ser essencialmente o equivalente japonês ao Vale do Silício dos EUA, onde a inovação tecnológica é alimentada por intensos investimentos de empresas de capital de risco. Ao fazer isso, essas quatro áreas se tornarão os pontos focais do investimento inicial e também faróis para as mentes mais jovens e brilhantes do Japão gravitarem.

Foram propostas as seguintes regiões: Tóquio e os arredores de Yokohama, Tsukuba, Ibaraki, Nagoia, Hamamatsu, Osaka, Kobe e Quioto, além de quatro cidades ao redor de Fukuoka que ainda não foram determinadas.

O Vale do Silício foi o produto de mais de cem anos de contribuições do governo, das universidades e das forças armadas dos EUA, tudo isso também foi moldado por décadas de tendências sociais que mudam gradualmente, mas o Japão quer fazer tudo isso em dez anos.

Neste prazo, o governo quer que sejam estabelecidos cinco ou mais empresas “unicórnio”, que são empresas avaliadas em mais de um bilhão de dólares antes de abrir o capital. Dos atuais 475 unicórnios existentes, o Japão abriga apenas três , em comparação aos 123 da China e aos 225 dos EUA. Os atuais unicórnios japoneses são a Preferred Networks da empresa de IA, o aplicativo de negociação de criptografia Liquid e o aplicativo SmartNews.

Leia em Sora News 24 (Master Blaster - Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também