Governo define plano de ação para reduzir tarifas de telefonia móvel

As operadoras de telefonia móvel no Japão têm sido criticadas por prender os consumidores em contratos que incluem sistemas complicados de taxas e tornam difícil a troca para concorrentes

Governo define plano de ação para reduzir tarifas de telefonia móvel

O governo japonês divulgou um plano de ação para estimular a competição entre as empresas de telefonia móvel, a fim de realizar a pressão do Primeiro-ministro Yoshihide Suga para reduzir as tarifas domésticas de telefonia móvel, que são consideradas altas em comparação com outros países. Sob o plano de ação, o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações vai criar um site explicando os possíveis méritos de mudar de operadora e oferecendo orientações sobre como fazê-lo.

As três maiores empresas de telecomunicações do país – NTT Docomo, KDDI e SoftBank – também serão pressionadas a permitir que concorrentes menores aluguem suas redes por uma taxa mais baixa. “Executaremos (o plano) com senso de urgência”, disse o Ministro das Comunicações, Ryota Takeda, em uma entrevista coletiva. “Estamos confiantes de que isso trará taxas mais de acordo com os padrões internacionais”.

Reduzir as tarifas de telefonia móvel tem sido uma das causas favoritas de Suga desde antes de ele assumir o cargo no mês passado. Ele disse em um discurso em agosto de 2018 como Secretário-chefe do Gabinete que as operadoras de telefonia móvel no Japão estavam cobrando muito mais do que suas contrapartes no exterior e que as taxas poderiam ser reduzidas em cerca de 40%.

De acordo com o plano, o Ministério busca promover o uso de eSIMs, ou cartões SIM que são diretamente incorporados aos dispositivos e podem ser provisionados remotamente. Diretrizes detalhadas de como isso ocorrerá serão elaboradas no próximo verão. O Ministério também está considerando permitir que os usuários continuem usando o endereço de e-mail que foram emitidos pelas operadoras de celular mesmo após a mudança, semelhante à portabilidade já disponível para números de telefone.