Céus do Japão iluminados com fogos de artifício, para alegrar o humor em meio a pandemia

Exibições simultâneas de fogos de artifício coloriram o céu noturno em Tóquio e outras partes do Japão na segunda-feira, com fabricantes de fogos de artifício esperando que a visão animará o país enquanto ele luta contra a pandemia de coronavírus

Céus do Japão iluminados com fogos de artifício, para alegrar o humor em meio a pandemia
Desbravando o Japão

Parte da série Coronavírus, em 356 posts

Com muitos dos festivais de fogos de artifício durante o verão cancelados ou adiados, os pirotécnicos de todo o país se uniram para lançar o Cheer Up! Hanabi Project, uma curta e surpresa exibição de fogos de artifício pelo país. Para evitar atrair multidões, os organizadores estabeleceram um limite de cinco minutos para os fogos de artifício. Inicialmente, eles pretendiam manter a data, a hora e o local em sigilo, mas depois tornaram-se públicos com a data e a hora, em meio a preocupações de que algumas pessoas pudessem achar a súbita pirotecnia desconcertante.

Em Tóquio, a queima de fogos começou sem aviso prévio às 20h, com rajadas de luz enchendo o céu chuvoso. Também houveram exibições de fogos de artifício na cidade de Sapporo, Osaka, Iwanuma, na província de Miyagi, Toyohashi na província de Aichi e na cidade de Fukuoka.

“As pessoas estão enfrentando tempos difíceis agora por causa do coronavírus. Então, decidimos fazer o que só podemos fazer, que é disparar fogos de artifício na esperança de incentivar”, disse Kohei Ogatsu, diretor da Marutamaya Ogatsu Fireworks Co. em Tóquio.

Ogatsu acrescentou que os fogos de artifício no Japão realmente nasceram como resposta a uma epidemia. O primeiro evento, ele disse, foi realizado em 1733, após um surto de cólera para orar pelas almas daqueles que morreram e pelo fim da doença.

Leia em Kyodo News (Inglês)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também