Comportamento > Cidade no Japão registra 11 casos de ijime em uma creche, relacionados a identidade de gênero de criança

Cidade no Japão registra 11 casos de ijime em uma creche, relacionados a identidade de gênero de criança

O caso dessa creche abre precedentes para que o ijime possa ser reconhecido em outras situações, inclusive com estrangeiros

Cidade no Japão registra 11 casos de ijime em uma creche, relacionados a identidade de gênero de criança
Desbravando o Japão

Receba os posts por email assim que foram publicados

Um comitê da cidade de Otsu, em Shiga, elaborou um relatório afirmando que houve ijime em uma creche local. Segundo a mãe, seu filho de 8 anos, atualmente está na segunda série do ensino fundamental, sofreu ijime dos colegas.

Foi o primeiro caso de reconhecimento de ijime em uma creche no Japão

Ele frequentava uma instituição de ensino para crianças em Otsu usando roupas cor-de-rosa. No entanto, precisou parar de se vestir assim por ser provocado por outras crianças do jardim de infância.

creche

O comitê apurou que houve 11 casos de bullying com ele. Mesmo assim, foi apontado que houve uma resposta inadequada da instituição.

creche

De acordo com a prefeitura, é incomum que pré-escolares reconheçam casos de bullying. Os pais comentaram: “Será o primeiro passo para mudar a ideia de que não há ijime em creches”.

creche

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também