Cartões de residência falsos estão aumentando à medida que mais estrangeiros querem ficar além do prazo

As más condições de trabalho para trabalhadores estrangeiros contribuíram para o aumento de crimes envolvendo cartões de residência falsos, disse um funcionário de uma empresa que ajuda estrangeiros a encontrar trabalho em Osaka

Cartões de residência falsos estão aumentando à medida que mais estrangeiros querem ficar além do prazo

A polícia japonesa tem encontrado cada vez mais cartões de residência falsos, à medida que mais estrangeiros ultrapassam o prazo de validade de seus vistos devido à alta demanda por trabalhadores em todo o país. Os investigadores atuaram em 748 casos de posse, falsificação e outros delitos envolvendo cartões de residência apenas em 2019, de acordo com a Agência Nacional de Polícia.

Segundo a polícia, grupos criminosos têm procurado estrangeiros por meio das redes sociais para vender cartões de residência falsos que os trabalhadores podem usar para permanecer empregados mesmo após o vencimento do visto. Entre os 29 status de residência no Japão, os cartões mais procurados são aqueles fornecidos para residentes permanentes e de longa duração que têm permissão para exercer qualquer tipo de trabalho e mudar de emprego à vontade, disseram eles.

Em julho, um casal chinês foi preso por supostamente falsificar o cartão de residência de um vietnamita cujo visto havia expirado. O casal realizava as falsificações em um apartamento em Kawaguchi, província de Saitama. A polícia disse ter encontrado dados relacionados a cerca de 1800 itens falsificados, incluindo cartões de residência, carteiras de motorista e livros de pensão, em um computador confiscado do casal.

Em outro caso, uma das mulheres presas explicou que o líder oferecia 300 mil ienes por mês, disse a polícia, acrescentando que cartões de residência falsos foram vendidos por cerca de 5 mil ienes cada. O número de trabalhadores estrangeiros no país atingiu o recorde de 1.658.804 em outubro do ano passado, segundo dados do Ministério do Trabalho.