A Guarda Costeira do Japão considera a introdução de drones

A agência está estudando assuntos específicos, como formas de operar e onde implantar os drones, com um plano de apresentá-los no próximo ano fiscal, começando em abril de 2022, ou mais tarde

A Guarda Costeira do Japão considera a introdução de drones

A NHK informou que a Guarda Costeira do Japão está considerando a introdução de aeronaves não tripuladas para suas operações, como busca e resgate ou vigilância de navios estrangeiros suspeitos. A agência conduziu testes em outubro, usando um drone de uma empresa de defesa dos Estados Unidos.

Oficiais da Guarda Costeira dizem que confirmaram a partir dos testes que seus pilotos podem operar a aeronave remotamente, se treinados adequadamente. Eles dizem que também confirmaram que um sistema de segurança automático funciona para evitar acidentes com outras aeronaves, e câmeras de alto desempenho podem enviar imagens em tempo real, mesmo à noite.

Os oficiais concluíram que os drones podem servir em operações de busca e salvamento, respondendo a desastres, reprimindo crimes, bem como patrulhando águas territoriais.